A inovação e a reinvenção fazem parte do mundo empresarial.

Atualmente, a pandemia do coronavírus impulsionou uma série de reinvenções nas empresas instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), afetando o cotidiano dos funcionários e do próprio empreendedor.

Uma dessas empresas é a Terramazônia, empreendimento de produtos naturais e suplementos naturais, que teve que fortalecer suas vendas no mercado digital, adequando-se à “nova normalidade”.

Segundo um dos sócios, Emerson Lima, antes da pandemia havia um plano de expandir  lojas físicas em outras capitais, mas com a chegada do “novo vírus” a empresa teve que repensar sua estratégia de expansão para atender os antigos e novos clientes, e continuar ativa no mercado de produtos naturais.

“Expandir fisicamente teria um custo muito alto, com representantes, estoques, distribuidores, etc. Paralelamente a isso, percebemos um aumento das vendas on-line e que poderíamos trabalhar aí neste mercado digital com um custo mais baixo e de forma eficiente”, diz Emerson, acrescentando que os seus produtos também podem ser adquiridos em lojas de produtos naturais, e sites de vendas, como Mercado Livre e Americanas.

Neste momento, a Terramazônia está focada em consolidar sua marca e conta com o apoio do CIDE nesse novo contexto. “Nossos produtos são naturais, nos preocupamos com o meio ambiente e não podemos desistir dos nossos sonhos, você tem que insistir, fazer parcerias com pessoas certas e nunca desistir, estar atualizado, ao final você supera todas as dificuldades”, conclui Emerson.

Para saber mais da Terramazônia, você pode acessar terramz.com.br e conhecer os produtos produzidos por ela.