Primeira incubadora de empresas do Estado do Amazonas (PIONEIRA). Durante o ano de 1998, o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), regional do Amazonas, sob a direção de um empresário local, sr. Moysés Israel, tomou a iniciativa de iniciar um processo de sensibilização junto à comunidade da região, visando a implantação de uma incubadora de empresas em Manaus. Esse processo consistiu de apresentações junto a dirigentes de diversas entidades da cidade, representativas de setores do governo, da academia, de pesquisas e do empresariado em geral.

A etapa de sensibilização contou com a participação dos representantes do Instituto Euvaldo Lodi Nacional, da ANPROTEC – Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores e de incubadoras já constituídas, tais como a CELTA – Centro Empresarial para Laboração de Tecnologias Avançadas vinculada à Fundação CERTI – Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras de Florianópolis. Além dessas apresentações e debates, realizadas com o apoio da FIEAM – Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, foram realizadas também visitas técnicas a incubadoras de outros Estados, quando foram mostradas experiências de empreendimentos em operação.

Paralelamente a essas iniciativas, o IEL/AM iniciou a busca por um local para a instalação do empreendimento, quando foi localizado um imóvel que havia pertencido a um extinto órgão do Governo Federal, denominado Fundação Projeto Rondon, sem utilização naquele momento e que estava sob a responsabilidade da SUFRAMA – Superintendência da Zona Franca de Manaus. Após negociações entre o IEL/AM, a FIEAM e a SUFRAMA, esta assinou um Convênio com o IEL/AM de cessão de uso do imóvel, com o objeto específico de implantação do programa de incubadoras de empresas.

Hoje o CIDE é uma incubadora autossustentável realizando projetos de P&DI, sendo executor de Programa Prioritário e participando de editais de fomento ao empreendedorismo.

 

 

Fundadores:

  1. Federação das Indústrias do Estado do Amazonas – FIEAM;
  2. Instituto Euvaldo Lodi – IEL;

III. Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas do Amazonas – SEBRAE/AM;

  1. Fundação Universidade Federal do Amazonas – UFAM;
  2. Instituto de Tecnolodia da Amazônia – UTAM, ( atual Ensino Superior de Tecnologia do Amazonas – EST/AM);
  3. Escola Agrotécnica Federal de Manaus – EAFM;

VII. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI/AM;

VIII. Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica, Localizada – FUCAPI;

  1. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA;
  2. Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento Econômico – SEPLAN;
  3. Secretaria Municipal de Economia e Finanças – SEMEF;

XII. Centro das Indústrias do Estado do Amazonas – CIEAM;

XIII. Agência de Fomento do Estado do Amazonas – AFEAM;

XIV. Associação Brasileira para o uso Sustentável da Biodiversidade da Amazônia – BIOAMAZÔNIA.