Visita ajuda a compreender o conteúdo teórico

Visitantes de Roraima na administração do CIDE.
Visitantes de Roraima na administração do CIDE.

 

Estudantes do Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação, conhecido como PROFNIT, da Universidade Federal de Roraima (UFRR), fizeram do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) o seu segundo ambiente de aula, conhecendo as instalações da incubadora, no mês de junho.

Os acadêmicos vieram à incubadora de empresas acompanhados de um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas na Amazônia (INPA) e conversaram com o diretor executivo da instituição. “Estudamos na sala de aula toda a parte teórica, mas fica faltando a prática. Então nessas visitas às instituições que fomentam a inovação, como o CIDE, conhecemos como funciona as empresas incubadas, que tipo de inovação elas produzem e como é feita a gestão. Portanto, sem esse contato com os empreendedores seria mais difícil interiorizarmos os conhecimentos do curso”, diz o mestrando Wilson Alves.

O PROFNIT consiste numa pós-graduação dedicada ao aprimoramento da formação profissional para atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e nos Ambientes Promotores de Inovação nos diversos setores acadêmicos, empresarial, governamental, organizações sociais, etc.

O curso veio a contribuir para o fortalecimento do relacionamento academia-empresa-governo e para a intensificação da transferência de conhecimentos para as empresas, ao preencher uma lacuna na qualificação do pessoal dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) e de profissionais ligados à transferência de tecnologia e inovação.

A Universidade Federal de Roraima (UFRR) é uma entre as 12 das instituições associadas nos quais o mestrado é oferecido.

Mestrandos da Universidade Federal de Roraima (UFRR) conversam com o diretor executivo do CIDE.
Mestrandos da Universidade Federal de Roraima (UFRR) conversam com o diretor executivo do CIDE.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Professores da UFAM buscam troca de conhecimentos no CIDE

Professores visitam empresa de licores.
Professores visitam empresa de licores.

 

 

Professores da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), dos departamentos de Engenharia Química e de Administração, realizaram uma visita, em novembro, ao Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), com o objetivo de fazer possíveis parcerias para 2017, nas áreas de Pesquisa, Liderança, Empreendedorismo, Biotecnologia e Química.

 

Conforme a professora de Administração, Fabiola Meneguete, no CIDE, os estudantes podem entender como funciona os casos de liderança, de empreendedorismo, a gestão de uma empresa incubada. “Gostaríamos que os estudantes ouvissem e aprendessem, in loco, como funciona uma incubadora de empresas e o que essas empresas estão fazendo na área de Inovação”, disse.

 

Para a professora Yanne Gurgel, do departamento de Engenharia Química da UFAM, as parcerias ajudam na troca de experiências e conhecimentos. “É importante envolver os alunos nesse processo de incubação, inovação e interação, para que eles possam buscar soluções para novos desafios que vão surgir no desenvolvimento de novos produtos, complementando a formação deles”, conta, ressaltando que muitas empresas instaladas no CIDE, desenvolvem atividades relacionadas com a Engenharia Química.

 

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, comentou que as empresas no CIDE, podem ajudar na formação dos futuros profissionais. “O conhecimento dos empreendedores e profissionais instalados aqui, pode complementar os conhecimentos dos estudantes e vice-versa. Vamos esperar novos contatos para firmar as possíveis parcerias”, conclui.

 

Ao terminar as reuniões com o diretor executivo da incubadora, os professores visitaram algumas empresas de setores relacionados às áreas estudadas na universidade e conversaram com os proprietários.

Professores da Ufam conversam com o diretor executivo, José Barbosa Grosso.
Professores da Ufam conversam com o diretor executivo, José Barbosa Grosso.

 

 

Professores em empresa de temperos regionais.
Professores em empresa de temperos regionais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

}

FIAM 2015: Um evento positivo para as empresas do CIDE

O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso (à esq.), com empresários instalados na incubadora.
O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso (à esq.), com empresários instalados na incubadora.

 

 

Terminou no último sábado, 21, a oitava edição da Feira Internacional da Amazônia (Fiam 2015), na qual participaram empresas instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE). Em quatro dias, empresas do segmento de Perfumaria e Cosméticos, Panificação, Temperos, Doces e Bombons expuseram seus produtos e participaram de rodadas de negócios com empresas da região Sudeste e de outros países.

Segundo o proprietário da Temperos da Amazônia, empresa instalada no CIDE, Marcos Agra, a feira tem um resultado positivo. “Para mim, foi uma ótima oportunidade participar do evento. Pude participar das rodadas de negócios e as perspectivas de futuros negócios são muito boas para vender meus produtos em São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, e, inclusive, fora do país”, conta o empreendedor.

Para o diretor do CIDE, José Barbosa Grosso, a feira serviu de vitrine para novos lançamentos de produtos e um espaço de fazer novos negócios. “Eu penso que os quatro dias foram bem divididos e estruturados. Tivemos espaços para que os empresários realizassem novos contatos e fizessem negócios, tivemos palestras e tivemos espaços para o público em geral que tinha curiosidade de conhecer e provar novos produtos. Portanto, foi uma feira pensada para todos os públicos”, conclui o diretor.

A Fiam 2015 contou com 400 estandes e mais de 50 mil visitantes.

Equipe da Administração do CIDE, no estande de Tecnologia e Inovação.
Equipe da Administração do CIDE, no estande de Tecnologia e Inovação.

 

 

O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso, e os proprietários da Amazon Doce.
O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso, e os proprietários da Amazon Doce.

 

 

Funcionárias da Administração do CIDE visitam estande de Cosméticos.
Funcionárias da Administração do CIDE visitam estande de Cosméticos.

 

 

José Grosso visita o estande da Seplan-CTI
José Grosso visita o estande da Seplan-CTI

 

Funcionárias da Administração do CIDE conversam com empresário do segmento de Alimentos e Cosméticos.
Funcionárias da Administração do CIDE conversam com empresário do segmento de Alimentos e Cosméticos.

 

Representantes do CIDE com o proprietário da Sabores de Tradição.
Representantes do CIDE com o proprietário da Sabores de Tradição.

 

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, visita o estande da Sohervas.
O diretor executivo do CIDE, José Grosso, visita o estande da Sohervas.

 

 

Equipe da Administração do CIDE em estande de Tecnologia.
Equipe da Administração do CIDE em estande de Tecnologia.

 

 

 

 

 

 

 

 

}