• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivo da tag visitantes

Empreendedora associada ao CIDE na 1ª Feira do Polo Digital de Manaus

 

Bárbara Nicolau no evento.

No final do ano de 2018, com 93 estandes em exposição, a 1ª Feira do Polo Digital de Manaus, reservou um lugar à empreendedora da Dream Kid, Bárbara Nicolau, que apresentou às famílias e aos visitantes do evento o FELT, jogo criado para facilitar a educação emocional das crianças com conflitos emocionais internos que podem ser solucionados de maneira criativa e intuitiva. A empresária está associada ao Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE).

Com mais de 4 mil inscritos, a feira teve uma extensa programação com palestras, oficinas, exposições e outras atrações.

Durante três dias quem visitou a feira foi apresentado a novos negócios e também aos últimos avanços tecnológicos. O tema dessa primeira edição foi “Manaus Tem Digital”.

No estande da DreamKid, visitantes conhecem os produtos da marca.

 

Visitantes com crianças se interessam por conhecer o produto.

 

Divulgar o Amazonas empresarial

Representantes do ERGSP conversam com empresário

Com a finalidade de fomentar a economia do Amazonas em outras cidades e ao mesmo tempo trazer investidores para empresas amazonenses, representantes do Escritório de Representação do Governo do Estado do Amazonas em São Paulo, Setor de Captação de Investimentos (ERGSP), estiveram visitando o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), para conhecer as empresas instaladas e conversar com os empresários.

“Parte do nosso trabalho consiste em encontrar as principais empresas, associações e outras instituições públicas ou privadas do Brasil que possam apoiar, investir em empresas do Amazonas, permitindo que os produtos do Amazonas possam ser comercializados em São Paulo e no Exterior”, diz o responsável da área de investimentos, José Félix.

Para os visitantes, o CIDE tem um potencial enorme de empresas que podem receber o apoio de grandes investidores e instituições. “Nossa equipe visita grandes feiras, inclusive as feiras internacionais. Portanto, neste momento, podemos afirmar que os sectores mais procurados são os de Piscicultura, Fruticultura, Cosméticos e produtos com matéria-prima regional”, diz Félix.

Acompanhados pela administração do CIDE, os representantes visitaram algumas empresas do setor de Alimentos e Cosméticos para conhecer os produtos e as instalações. “Uma vez que nós conheçamos os produtos, os empresários e as empresas, o próximo passo é divulgar essas empresas em São Paulo e para as instituições com as quais mantemos relação de fomento”, finaliza Félix, lembrando que para mais informações os interessados podem entrar no site www.investirnoamazonas.com.br

Representantes conhecem produtos de cosméticos no CIDE

Empresário fala dos produtos elaborados para representantes

 

Curso técnico de Coari conhece o CIDE

Estudantes, professores e técnicos administrativos do CIDE

Uma turma, formada por professores e estudantes do terceiro ano de Administração do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), da cidade de Coari (município a 366 quilômetros de Manaus), concluiu o ciclo de visitas de escolas do interior do Amazonas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) para o ano de 2018, com a finalidade de complementar as aulas teóricas.

Os alunos de Administração viajaram durante 22 horas para chegar a Manaus. A maioria veio por primeira vez à capital. “Uma das matérias do curso é a disciplina de Empreendedorismo. E queríamos complementar a parte teórica com uma visita ao CIDE, para que os estudantes tivessem noções de como funciona uma incubadora de empresas, conhecer os ambientes de uma fábrica, de uma empresa, a produção…”, diz a coordenadora do curso, Liliane de Oliveira, acrescentando que os alunos precisam conhecer novos ambientes de trabalho, criar uma consciência empreendedora porque o mundo está em constante transformação.

Depois de ouvirem uma palestra do auditório do CIDE, os estudantes visitaram empresas que trabalham com matéria prima regional e tiveram a oportunidade de conversar com os empresários.

Este ano o CIDE recebeu mais de 15 grupos de estudantes de cursos universitários e técnicos que procuraram a instituição para conhecer processos e produtos, como cosméticos, alimentos, laboratórios de análises, perfumaria, doces e empresas de informática.

As visitas foram motivadas por complementar os estudos teóricos, ouvir histórias de empreendedorismo dos próprios proprietários e conhecer como funciona uma incubadora de empresas de base tecnológica.

Estudantes de Coari ouvem palestra no auditório do CIDE

Estudantes no auditório do CIDE

Estudantes esperam para entrar nas instalações de empresas

Estudantes conhecem os espaços da incubadora

 

Universitários de Biotecnologia no CIDE

Estudantes visitam a empresa de cosméticos, Amhy

Universitários do quarto período do curso de Biotecnologia da Universidade Estadual do Amazonas (UEA) estiveram visitando empresas dos segmentos de Farmácia e de Cosméticos Fitoterápicos, instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), para conhecer novas formas de trabalho relacionadas à elaboração de produtos de higiene pessoal e à sua comercialização.

Segundo a professora Nádia Cristina Falcão, a visita ao CIDE funciona como um aprendizado e um estímulo, para que os jovens estudantes possam conhecer novas tecnologias. “Eu acho que hoje os estudantes pensam muito em empreender. Uma das probabilidades de sucesso é o empreendedorismo, é criar novos produtos, novos serviços”, diz Falcão.

Antes de conhecer o interior das empresas, os universitários ouviram uma palestra sobre Empreendedorismo e como funciona uma incubadora de empresas. “Hoje o CIDE é referência na Região, com bons empreendedores, com boas ideias. Trazer esses alunos aqui significa apresentar para eles uma possibilidade de exercer a sua profissão como farmacêuticos e empreendedores, contribuindo à economia local”, acrescenta a professora Nádia.

Interação Universidade-Empresa

O papel das universidades e institutos científico-tecnológicos públicos vai além de fornecer mão de obra qualificada para o mercado de trabalho e as possibilidades de interação entre universidades, governo e empresas se expandem na medida em que se expandem as necessidades da própria sociedade contemporânea.  (www.mdic.gov.br)

 

Estudantes ouvem a história da Amhy

 

 

Universitários são recebidos na Amhy

 

No auditório, universitários ouvem palestra sobre Empreendedorismo

Turma de Farmácia da UFAM complementa formação no CIDE

Estudantes de Farmácia visitam laboratório de análises, no CIDE.

Uma turma de estudantes iniciantes do curso de Farmácia, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) esteve visitando, em agosto, algumas empresas que atuam no segmento de Cosméticos, Exames Laborais, Fitoterápicos, para complementar a formação.

Acompanhados da professora Alcinira Farias, da disciplina de Introdução à prática farmacêutica, os alunos conheceram as instalações das empresas, conversaram com os empresários da área de Farmácia. “São estudantes que estão iniciando o curso e vimos a necessidade de mostrar para eles os locais de atuação de um profissional de Farmácia e a importância desse profissional na sociedade. Assim, eles vão conhecendo e vão entendo o que é ser um farmacêutico”, diz a professora.

Ainda segundo Alcinira, trata-se de um semestre inteiro de visitas para saber onde o farmacêutico pode atuar e para que os estudantes se sintam motivados. Toda semana estaremos visitando um laboratório, um hospital, uma farmácia de manipulação, enfim, diversos setores de Farmácia”, conta, acrescentando que antes da visita, eles têm aulas teóricas sobre o que eles vão visitar. “Como aqui se trata de uma incubadora de empresas, alguns já mostraram certa vontade de um dia ser um empreendedor na área de Farmácia. Mas, o que fazemos é mostrar que eles podem atuar em diversos setores”, conclui a docente.

A estudante de Farmácia do segundo período, Beatriz Cardosa, ficou animada e impressionada com o que viu. “A visita nos proporcionou um conhecimento melhor do ambiente de trabalho e de áreas de atuação do Farmacêutico. Isso me dá mais motivação para continuar estudando. Eu quero fazer pesquisas nessa área e aqui eu percebi que é possível”, diz a estudante, que vai ter que apresentar um relatório da visita, explicando o que eles viram e vão fazer um debate entre eles.

Estudantes de Farmácia nas instalações do CIDE.

Estudantes conversam com profissional da área de análises.