CIDE reserva espaço para Startups inovadoras

Espaço possui estacionamento, salas, banheiros e segurança

 

O Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) reservou e preparou um espaço de 240 metros quadrados, conhecido como coworking (compartilhar o mesmo espaço de trabalho), para receber novas startups (negócios que estão começando). As três primeiras empresas a inaugurar o local já foram escolhidas por meio do programa Creative Startups, da Samsung, em parceria com a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), executora do programa.

Para saber mais sobre o projeto da multinacional, uma equipe do CIDE participou, no mês de fevereiro, do BootCamp, em São Paulo, evento que marca o início do processo de aceleração de startups selecionadas. “Nós vamos receber nesse momento três empresas escolhidas no Amazonas que vão ficar instaladas no nosso coworking. Durante nove meses esses jovens empreendedores serão monitorados pelo CIDE e receberão assistência contábil e jurídica, e um relatório vai ser entregue à Anprotec”, diz o diretor executivo do CIDE, José Grosso, que esteve no evento, juntamente com a consultora Elizabeth Araújo e alguns jovens que participam do programa.

O Programa

O Programa Creative Startups é resultado de uma parceria firmada em 2015 entre a Samsung, a Anprotec e o Centro Coreano de Economia Criativa e Inovação (CCEI), e tem como objetivo identificar, selecionar e oferecer suporte a empreendimentos inovadores em áreas de interesse da Samsung. “Nossa ida a São Paulo nos proporciona mais conhecimentos sobre o programa e nos ajuda a definir nosso papel no desenvolvimento de projetos inovadores”, diz o diretor executivo, recordando que houve ótima interação com os participantes e com outras incubadoras de empresas do Brasil.

A iniciativa tem o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTIC) amparado pela Lei de Informática. “A startup melhor classificada de todos os projetos irá à Coreia do Sul para apresentar o seu projeto”, conclui José B. Grosso.

São 240 metros quadrados. O espaço é conhecido como coworking (compartilhar o mesmo espaço de trabalho).
Representantes do CIDE e os jovens associados da incubadora no evento da Samsung.
Durante o evento da Samsung, um vídeo institucional do CIDE foi exibido aos participantes.
Os jovens associados do CIDE, Marcos Farias e Wesley Monteiro, participam das atividades.

 

Programa SINAPSE: CERTI atualiza resultados com agentes participantes

O diretor de operações do Instituto CERTI, Marco Giágio, mostra os resultados do SINAPSE aos agentes.
O diretor de operações do Instituto CERTI, Marco Giágio, mostra os resultados do SINAPSE aos agentes.

 

 

Os diretores de incubadoras de empresas e representantes de instituições de ensino universitário público e privado se reuniram, na tarde desta quinta-feira, 3, com o diretor de operações do Instituto CERTI Amazônia, Marco Antônio Giágio, para conhecer e atualizar os resultados do SINAPSE da Inovação, programa de empreendedorismo inovador iniciado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (FAPEAM), em parceria com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI) do Estado de Santa Catarina.

 

 A reunião aconteceu na sede do próprio instituto CERTI, em Manaus, com todos os agentes que participam do programa de inovação. “Fizemos uma atualização do programa e a partir de abril, iniciaremos uma nova fase que é a pré-incubação, isto é, é o período no qual os empreendedores selecionados vão iniciar suas operações com recursos da FAPEAM, gerando retorno desse investimento por meio da geração de empregos, recolhimento de impostos e gerando novos investimentos”, disse Marco Giágio.

 

 Ainda segundo ele, 1.188 inscrições foram feitas no início do programa e 40 ideias inovadoras foram aprovadas, e os novos empreendedores são livres para escolher o local físico para montar o seu próprio negócio. “Agora, eles estão na etapa de formalização. E o local de operação é uma decisão exclusiva e independente de cada empreendedor. Há várias opções e que cada um avalie qual é a mais adequada”, orienta Marco, acrescentando que o sucesso do SINAPSE é devido à participação de todos os agentes e parceiros.

 

 Conforme o diretor executivo do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), José Barbosa Grosso, alguns acadêmicos que participam do SINAPSE já estiveram na incubadora para conhecer as instalações. “Nossa instituição apoia as iniciativas da FAPEAM e do programa SINAPSE. Portanto, estamos preparados a receber os novos empreendedores que queiram instalar-se aqui”, destacou.

Representantes de incubadoras de empresas e de instituições acadêmicas participam da reunião.
Representantes de incubadoras de empresas e de instituições acadêmicas participam da reunião.

 

Marco Giágio (ao fundo) mostra a relação dos aprovados e selecionados.
Marco Giágio (ao fundo) mostra a relação dos aprovados e selecionados.

 

 

O diretor executivo do CIDE, José Grosso (à isq.), conversa com Marco Giágio.
O diretor executivo do CIDE, José Grosso (à esq.), conversa com Marco Giágio.

 

 

 

 

 

 

 

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Incubadoras de empresas participam de Workshop de inovação

A diretora presidente da FAPEAM, Maria Olívia Simão, apresenta o programa aos gestores de incubadoras.
A diretora presidente da FAPEAM, Maria Olívia Simão, apresenta o programa aos gestores de incubadoras.

Representantes do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), de centros tecnológicos, de universidades públicas e particulares, estiveram reunidos na tarde de quarta-feira (25), para conhecer o Programa de Empreendedorismo Inovador, o SINAPSE da Inovação, que vai fomentar a criação de empreendimentos inovadores a partir de ideias geradas por estudantes, pesquisadores e profissionais de diversas áreas.

Para o diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, a iniciativa vai valorizar os ambientes acadêmicos e de pesquisa. “Nesse encontro tivemos a oportunidade de conhecer o panorama do empreendedorismo no Amazonas, as tendências, as necessidades, as demandas e as ideias inovadoras de alguns estudantes universitários. Portanto, agora, devemos trabalhar para que essas ideias se transformem em negócios, atendendo a necessidade de setores da sociedade”, disse.

O encontro aconteceu no hotel Caesar Business por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (FAPEAM), em parceria com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), do Estado de Santa Catarina–SC, e serviu como primeiro contato com as instituições interessadas em participar do programa-piloto.

Representantes do CIDE realizam os trabalhos propostos pelos palestrantes.
Representantes do CIDE realizam trabalhos propostos pelos palestrantes.