Feiras ajudam a fidelizar novos consumidores

Estande das empresas instaladas no CIDE.
Estande das empresas instaladas no CIDE.

 

As feiras locais, como a Portões Abertos, realizada na Base Aérea de Manaus, o Empório Sebrae de Negócios, a feira montada no Parque Estadual Sumaúma, na Zona Leste, e a Mundial Art, contribuem muito à divulgação e ao aumento das vendas de produtos de empresas instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), dizem os empresários participantes.

Os segmentos que mais participam em eventos em formato de feiras foram os da Panificação, Temperos, Cosméticos e Doces. “Os convites para participar em feiras é uma ótima oportunidade para divulgar nossos produtos e a nossa marca, vender e fidelizar novos clientes”, diz a sócia proprietária da Cheiro D´Folha, Wanessa Santana.

Ainda segundo a empresária, para as empresas de Cosméticos e Beleza que vão aos eventos existe uma demanda a mais que prolonga a relação fora do ambiente da feira. “Há um público que se aproxima ao nosso estande disposto a ser revendedores da nossa linha de cosméticos. Isso é uma grande vantagem para a gente. Então nós realizamos um cadastro para que essas pessoas se tornem um representante nosso”, conta a empreendedora, acrescentando que os clientes ainda curtem a página social da empresa e compartilham com outros possíveis compradores.

 

O pós-feira

Para os empreendedores que comercializam os doces regionais e os de receitas portuguesas, e os temperos locais, o ambiente da feira se estande aos ambientes de mercadinhos e supermercados porque grandes empresários visitam os eventos para conhecer novos produtos. “O público nos eventos é variado e de diferentes objetivos. Tem os que vão para passear com a família e acabam comprando pequenas quantidades dos nossos produtos. Mas existem os que vão para fazer negócios e comprar em grande quantidades”, detalha a empresária da Amazon Doces, Jane Barros.

O português Jorge Neves destaca que muitos consumidores, acostumados a visitar feiras, conhecem de longe a marca dos produtos. “A gente já conseguiu formar uma clientela pela identidade da nossa marca, que é sinônimo de qualidade”, diz ele, que conseguiu expandir os seus doces para grandes redes do varejo e restaurantes da cidade. “Hoje, nós vendemos até para postos de gasolina”, finaliza.

O estande de cosméticos é um dos mais visitados.
O estande de cosméticos é um dos mais visitados.

 

Muitos visitantes já conhecem o produto pela marca.
Muitos visitantes já conhecem o produto pela marca.

 

Bombons e biscoitos, produzidos no CIDE, são muito procurados.
Bombons e biscoitos, produzidos no CIDE, são muito procurados.

 

 

Alguns empresários do CIDE que participam das feiras.
Alguns empresários do CIDE que participam das feiras.

 

Um ambiente de feira.
Um ambiente de feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Empreendedores do CIDE em feira internacional

21230903_1994684017428882_323337759999967563_n

 

Manaus recebe neste fim de semana, de 1 a 10 de setembro, a feira internacional de artesanato moda e decoração, Mundial Art, e as empresas Sabores de Tradição, Temperos da Amazônia, Cheiro de Folha da Amazônia e Amazon Doces, instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), vão participar. Esses empreendimentos atuam no segmento de Alimentos, Panificação, Perfumaria e Cosméticos, e Temperos Regionais. O evento acontece no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, das 15hs às 22hs.

Segundo o diretor executivo do CIDE, José Grosso, a feira é uma oportunidade para divulgar os trabalhos locais e a qualidade dos produtos feitos no Amazonas. “Estamos dando apoio às nossas empresas para que elas divulguem suas marcas e façam bom negócios. É uma forma de estimular o emprego e profissionalizar o mercado artesanal”, diz.

A Mundial Art reunirá representantes de mais de 20 países e vários Estados do Brasil e municípios do Amazonas, que serão distribuídos em vários estandes, com itens de artesanato regional, nacional e internacional, moda e decoração.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Profissionais desafiam o cenário econômico e empreendem

A proprietária e farmacêutica da Amazon Biocare, Natasha Mayer, e o diretor administrativo Raniere Câmara.
A proprietária e farmacêutica da Amazon Biocare, Natasha Mayer, e o diretor administrativo Raniere Câmara.

 

É na crise que grandes oportunidades podem ser identificadas e, com isso, muitos empreendedores criam negócios, como é o caso da farmacêutica e mestre em Engenharia de Produção, Natasha Mayer, proprietária da Amazon Biocare, empresa de cosméticos, instalada nesse segundo semestre, no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), juntamente com duas novas empresas de alimentos e tecnologia da informação.

De acordo com Mayer, a inovação nos produtos, aliando conhecimentos tradicionais à tecnologia de ponta, é o diferencial. “Utilizamos matérias primas sustentáveis para fabricar nanocosméticos com formulações verdes, sem o uso de sulfatos, parabenos ou derivados de petróleo, que são agressivos à pele e ao meio ambiente”, diz a farmacêutica, acrescentando que são produtos dermocosméticos, elaborados pela equipe de profissionais da empresa.

Além de utilizar a nanotecnologia, Natasha Mayer garante exclusividade, inovação e efeitos comprovados cientificamente em seus produtos. “Na linha facial introduziremos um tratamento para manchas na pele que permite a exposição solar e tratamento para rugas com nanocápsulas vegetais. Na ala tradicional, teremos cinco linhas de tratamento capilar completo, com a mesma tecnologia de nanocápsulas. Para o corpo, produtos de banho e hidratação, além de sabonetes íntimos nas versões feminina e masculina, respeitando as características fisiológicas de cada um. Ofereceremos ainda uma linha completa de tratamento para pessoas maduras, com reposição de nutrientes que a pele e os cabelos perdem com o passar do tempo”, conta a proprietária.

PARCERIAS

Segundo o diretor administrativo da empresa, Raniere Câmara, a parceria com as redes de drogarias, distribuidores de cosméticos e clínicas é a estratégia adotada para o crescimento e a visibilidade do produto no mercado local e nacional através da construção de uma marca sólida com identidade e produtos próprios e diferenciados. “A linha de produtos contará com um amplo portfólio”, finaliza Natasha Mayer.

A Amazon Biocare pretende iniciar suas atividades até o final do ano de 2015. Em 2016, pretende lançar todos os produtos citados, com incisiva entrada no mercado local. Para que esse planejamento possa ser concretizado, os empreendedores contam com o apoio do CIDE. “Apesar das mudanças no cenário econômico, a procura pela incubadora é uma procura crescente. Isso demonstra que há investimentos, há superações e nós procuramos apoiar essas iniciativas”, diz o diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso.