CIDE e Câmaras Setoriais: última avaliação do semestre

Órgãos estaduais, empresariado local, representantes de incubadoras participaram da reunião.
Órgãos estaduais, empresariado local, representantes de incubadoras participaram da reunião.

 

 

A última reunião do primeiro semestre de 2016 da Câmara da Micro e Pequenas Empresas aconteceu no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), nesta quinta-feira, 30, para ouvir as reivindicações do empresariado local.

 

Durante o evento, o vice-presidente da Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea), Caio Fernandes, falou sobre a atualização da implantação da “REDESIM”. “O foco da REDESIM é o empresário, independente do porte da empresa. O objetivo é facilitar a legalização das empresas desde a sua abertura até o seu fechamento, dando agilidade, eficiência e transparência”, diz.

 

Para o secretário Executivo das Câmaras Setoriais, Laerte Chíxaro, um dos melhores resultados do primeiro semestre foi a parceria com o CIDE. “Para nós, é uma alegria imensa estar contribuindo para a aproximação entre o Estado e o empresariado local”, finalizou o diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso.

 

O próximo encontro acontecerá do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM).

Cam3

 

 

Cam4

 

 

Cam2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Pequenos empresários aprendem como exportar

Pequenos empresários ouvem palestra de auditor fiscal no Sebrae-AM
Pequenos empresários ouvem palestra de auditor fiscal no Sebrae-AM

 

 

O Comitê Gestor e de Divulgação do Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE) realizou, na última terça-feira, 12, no Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/Amazonas), a formação “Habilitação ao Siscomex”, para explicar aos pequenos empresários os procedimentos necessários sobre exportações de produtos.

 

A atividade contou com a participação dos empreendedores instalados no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), que conheceram o PNCE, na própria incubadora, depois de uma visita do comitê regional.

 

A formação foi dirigida pelo auditor fiscal da Receita Federal, Fabrício Magalhães, quem apresentou os modelos de documentos exigidos, os casos de exportações e tirou as dúvidas dos participantes. “Esse tipo de iniciativa é muito importante porque o potencial de exportação dos micros e pequenos empresários locais é enorme. Portanto, vamos dar orientações a eles de como realizar de forma legal as exportações de seus produtos”, diz.

SISCOMEX

Significa Sistema Integrado de Comércio Exterior. Foi instituído pelo Decreto 660/92, como sendo um instrumento administrativo que centraliza e/ou consolida as atividades de registro, acompanhamento e controle informatizado das operações de comércio exterior, tanto nas exportações quanto nas importações.

Palestra faz parte das atividades do PNCE
Palestra faz parte das atividades do PNCE

 

 

Empreendedores do CIDE conhecem o PNCE, na incubadora e decidem participar
Empreendedores do CIDE conhecem o PNCE, na incubadora e decidem participar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

}

FIAM 2015: Um evento positivo para as empresas do CIDE

O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso (à esq.), com empresários instalados na incubadora.
O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso (à esq.), com empresários instalados na incubadora.

 

 

Terminou no último sábado, 21, a oitava edição da Feira Internacional da Amazônia (Fiam 2015), na qual participaram empresas instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE). Em quatro dias, empresas do segmento de Perfumaria e Cosméticos, Panificação, Temperos, Doces e Bombons expuseram seus produtos e participaram de rodadas de negócios com empresas da região Sudeste e de outros países.

Segundo o proprietário da Temperos da Amazônia, empresa instalada no CIDE, Marcos Agra, a feira tem um resultado positivo. “Para mim, foi uma ótima oportunidade participar do evento. Pude participar das rodadas de negócios e as perspectivas de futuros negócios são muito boas para vender meus produtos em São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, e, inclusive, fora do país”, conta o empreendedor.

Para o diretor do CIDE, José Barbosa Grosso, a feira serviu de vitrine para novos lançamentos de produtos e um espaço de fazer novos negócios. “Eu penso que os quatro dias foram bem divididos e estruturados. Tivemos espaços para que os empresários realizassem novos contatos e fizessem negócios, tivemos palestras e tivemos espaços para o público em geral que tinha curiosidade de conhecer e provar novos produtos. Portanto, foi uma feira pensada para todos os públicos”, conclui o diretor.

A Fiam 2015 contou com 400 estandes e mais de 50 mil visitantes.

Equipe da Administração do CIDE, no estande de Tecnologia e Inovação.
Equipe da Administração do CIDE, no estande de Tecnologia e Inovação.

 

 

O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso, e os proprietários da Amazon Doce.
O diretor do CIDE, José Barbosa Grosso, e os proprietários da Amazon Doce.

 

 

Funcionárias da Administração do CIDE visitam estande de Cosméticos.
Funcionárias da Administração do CIDE visitam estande de Cosméticos.

 

 

José Grosso visita o estande da Seplan-CTI
José Grosso visita o estande da Seplan-CTI

 

Funcionárias da Administração do CIDE conversam com empresário do segmento de Alimentos e Cosméticos.
Funcionárias da Administração do CIDE conversam com empresário do segmento de Alimentos e Cosméticos.

 

Representantes do CIDE com o proprietário da Sabores de Tradição.
Representantes do CIDE com o proprietário da Sabores de Tradição.

 

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, visita o estande da Sohervas.
O diretor executivo do CIDE, José Grosso, visita o estande da Sohervas.

 

 

Equipe da Administração do CIDE em estande de Tecnologia.
Equipe da Administração do CIDE em estande de Tecnologia.

 

 

 

 

 

 

 

 

}

CIDE na VIII FIAM 2015

Começa a VIII Feira Internacional da Amazônia.
Começa a VIII Feira Internacional da Amazônia.

 

 

Representantes da administração do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) estiveram, ontem, 18, na abertura da oitava Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2015), no Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus, e visitaram os estandes da incubadora no evento.

A FIAM é uma realização da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), com apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), e tem neste ano o tema “Invista no futuro. Agora”.

Segundo o diretor executivo do CIDE, José Grosso, a feira é uma oportunidade para os empreendedores. “Todas as instituições envolvidas no evento fizeram um esforço para a realização do mesmo. Portanto, devemos saber aproveitar as oportunidades, fazer parcerias e negócios, e melhorar a economia do nosso Estado”, diz.

A feira termina no próximo 21 de novembro e espera-se um público de aproximadamente 80 mil pessoas nos quatro dias de evento.

A superintendente da SUFRAMA, Rebeca Garcia, faz a abertura do evento.
A superintendente da SUFRAMA, Rebeca Garcia, faz a abertura do evento.

 

O governador do Amazonas, José Melo, fala a empresários da FIAM 2015.
O governador do Amazonas, José Melo, fala a empresários da FIAM 2015.

 

 

O presidente da FIEAM, Antonio Silva, e o diretor executivo do CIDE, José Grosso, na VIII FIAM 2015.
O presidente da FIEAM, Antonio Silva, e o diretor executivo do CIDE, José Grosso, na VIII FIAM 2015.

 

 

Empresários, instalados no CIDE, expõem seus produtos na FIAM 2015.
Empresários, instalados no CIDE, expõem seus produtos na FIAM 2015.

 

 

Empresário instalado no CIDE, apresenta a cachaça de cupuaçu, na FIAM 2015.
Empresário instalado no CIDE, apresenta a cachaça de cupuaçu, na FIAM 2015.

 

Produtos comercializados na feira.
Produtos comercializados na feira.

 

Alguns produtos comercializados na FIAM 2015.
Alguns produtos comercializados na FIAM 2015.

}

Empreendedores pedem menos burocracia em órgãos públicos

 

Reunião1
Empresários instalados no CIDE se reúnem com o secretário da Câmara Setorial da Micro e Pequena Empresa.

 

Em reunião da Câmara Setorial da Micro e Pequena Empresa, realizada no final do primeiro semestre, os empresários instalados no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), reivindicaram menos burocracia nos órgãos públicos.

Segundo o secretário executivo das Câmaras Setoriais (Seplan-CTI), Laerte Chíxaro, as reclamações foram apresentadas e vão ser avaliadas. “Essa reunião serve de comunicação entre o Governo do Estado e a classe empresarial e laboral. Portanto, vamos discutir as propostas e faremos uma avaliação para levar adiante os anseios dos empresários instalados no Cide”, diz Chíxaro, acrescentando que as reuniões acontecem a cada três meses. “Queremos fazer que essa classe interaja conosco, no sentido de trazer suas reivindicações para o Governo”, concluiu o secretário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);