“Super dindin” nas atividades físicas

Gustavo Godoy e os produtos da Trembão.

 

A Trembão, empresa de alimentos congelados, instalada no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), criou e fez o lançamento, no auditório da própria incubadora, do “Dindim termogênico” ou “Dindin da Trembão”, um produto energético, feito com ingredientes naturais, como o guaraná e o gengibre, que auxilia às pessoas na prática de exercícios físicos dentro e fora das academias. Continuar lendo “Super dindin” nas atividades físicas

Preparação para depois da incubação

O coach, Geraldo Magela, e os empresários durante a penúltima formação de 2017.

Aproximadamente dez empresas instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) realizaram uma capacitação de “pós-período de incubação”, pensada para enfrentar os desafios fora da incubadora. A formação aconteceu no próprio centro, com o apoio do Departamento de Assistência à Média e Pequena Indústria (DAMPI), da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM).

Segundo o economista e coach, Geraldo Magela, os empresários instalados devem ter uma formação constante e não podem deixar para depois os desafios “pós-incubadora”. “Há casos em que os empreendedores trazem a família para o seu próprio negócio. Isso não é problema. Mas, o que não pode acontecer é que a empresa se torne um ‘cabide de emprego’ para parentes sem o perfil desejado que ajude o negócio a crescer. Família é família e negócio é negócio”, diz Magela, acrescentando que o empreendedor deve profissionalizar os seus colaboradores.

Continuar lendo Preparação para depois da incubação

Embaixador da Bélgica e comitiva no CIDE

Comitiva da Bélgica conhece instalações do CIDE.

O embaixador do Reino da Bélgica, Dirk Loncke, o ministro conselheiro da Bélgica, Hendri Roggen, o cônsul honorário de Manaus, Clifford Nelson Oliveira e os funcionários diplomáticos (Adidos Econômico e Comercial, e Científico) André Villers, Yves Lapere, Stefano Missir, Julie Dumont e a conselheira econômica e comercial, Maria Laura Maron-pot, visitaram o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), no último 30 de novembro, para conhecer as instalações da incubadora e tratar de novas parcerias com as empresas instaladas.

Durante a visita à cidade de Manaus, o CIDE foi a única incubadora de empresas visitada pela comitiva que ficou impressionada com a estrutura física e o potencial do empresariado local. “Estou muito impressionado com toda a estrutura. Penso que os produtos amazônicos têm um enorme potencial de comercialização na Bélgica”, diz o embaixador Dirk Loncke. Continuar lendo Embaixador da Bélgica e comitiva no CIDE

Feiras ajudam a fidelizar novos consumidores

Estande das empresas instaladas no CIDE.
Estande das empresas instaladas no CIDE.

 

As feiras locais, como a Portões Abertos, realizada na Base Aérea de Manaus, o Empório Sebrae de Negócios, a feira montada no Parque Estadual Sumaúma, na Zona Leste, e a Mundial Art, contribuem muito à divulgação e ao aumento das vendas de produtos de empresas instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), dizem os empresários participantes.

Os segmentos que mais participam em eventos em formato de feiras foram os da Panificação, Temperos, Cosméticos e Doces. “Os convites para participar em feiras é uma ótima oportunidade para divulgar nossos produtos e a nossa marca, vender e fidelizar novos clientes”, diz a sócia proprietária da Cheiro D´Folha, Wanessa Santana.

Ainda segundo a empresária, para as empresas de Cosméticos e Beleza que vão aos eventos existe uma demanda a mais que prolonga a relação fora do ambiente da feira. “Há um público que se aproxima ao nosso estande disposto a ser revendedores da nossa linha de cosméticos. Isso é uma grande vantagem para a gente. Então nós realizamos um cadastro para que essas pessoas se tornem um representante nosso”, conta a empreendedora, acrescentando que os clientes ainda curtem a página social da empresa e compartilham com outros possíveis compradores.

 

O pós-feira

Para os empreendedores que comercializam os doces regionais e os de receitas portuguesas, e os temperos locais, o ambiente da feira se estande aos ambientes de mercadinhos e supermercados porque grandes empresários visitam os eventos para conhecer novos produtos. “O público nos eventos é variado e de diferentes objetivos. Tem os que vão para passear com a família e acabam comprando pequenas quantidades dos nossos produtos. Mas existem os que vão para fazer negócios e comprar em grande quantidades”, detalha a empresária da Amazon Doces, Jane Barros.

O português Jorge Neves destaca que muitos consumidores, acostumados a visitar feiras, conhecem de longe a marca dos produtos. “A gente já conseguiu formar uma clientela pela identidade da nossa marca, que é sinônimo de qualidade”, diz ele, que conseguiu expandir os seus doces para grandes redes do varejo e restaurantes da cidade. “Hoje, nós vendemos até para postos de gasolina”, finaliza.

O estande de cosméticos é um dos mais visitados.
O estande de cosméticos é um dos mais visitados.

 

Muitos visitantes já conhecem o produto pela marca.
Muitos visitantes já conhecem o produto pela marca.

 

Bombons e biscoitos, produzidos no CIDE, são muito procurados.
Bombons e biscoitos, produzidos no CIDE, são muito procurados.

 

 

Alguns empresários do CIDE que participam das feiras.
Alguns empresários do CIDE que participam das feiras.

 

Um ambiente de feira.
Um ambiente de feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Capacitação sobre gestão no CIDE

 

No auditório do CIDE, empreendedores ouvem palestra.
No auditório do CIDE, empreendedores ouvem palestra.

 

Um total de sete empresas, instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), participaram de uma manhã de capacitação sobre o tema “Gestão e Negócios”, realizado no auditório do próprio centro, com o objetivo de implantar melhorias na sua administração.

Segundo a palestrante Heder Nilce, a formação pode viabilizar futuros negócios. “A finalidade da palestra é conhecer processos por meio dos quais o empresário identifique novas tendências de mercado, como o Agronegócio, a divulgação da sua marca em mídias sociais e melhorar a logística da empresa”, diz Nilce.

 

Empreendedores de diversos segmentos compareceram no evento.
Empreendedores de diversos segmentos compareceram no evento.