CIDE: Sopramos as velinhas de 18 anos

Empresários, equipe administrativa do CIDE e convidados, nos 18 anos da instituição.

Com a finalidade de comemorar os 18 anos do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), o diretor executivo, José Barbosa Grosso, e a equipe administrativa da instituição, reuniram no último 18 de maio, na própria incubadora, os empresários e os funcionários das empresas instaladas no centro, para um momento de confraternização e agradecimentos.

Na ocasião, o diretor fez uma avaliação dos trabalhos desenvolvidos ao longo desses anos e agradeceu as parcerias. “Somos como uma família e sozinho é muito difícil realizar as coisas. Espero que essa boa relação continue sempre porque precisamos um dos outros”, disse o diretor executivo, José B. Grosso, acrescentando que incubadora “já é de maior”.

Além de funcionários e empresários atualmente instalados, a comemoração atraiu a alguns empresários que passaram pela incubadora e concluíram seu processo empresarial, como o gerente da Waku Sese, que agradeceu pelos anos que a empresa ficou instalada no CIDE.

Depois dos agradecimentos, um lanche foi servido com os próprios produtos produzidos pelas empresas da área de Alimentação, instaladas na incubadora.

HISTÓRICO

Lançamento da pedra fundamental: 20 de maio de 1999

Aprovação do estatuto: 20 de outubro de 1999

Criação do CIDE 10 de novembro de 1999

Constituição do Conselho Administrativo: 27 de janeiro de 2000

Inauguração do CIDE: 19 de maio de 2000

 

O diretor executivo, José B. Grosso (centro), conversa com empresários antes dos parabéns.
O diretor executivo, José B. Grosso, faz os agradecimentos.
A equipe administrativa do CIDE agradece pelos objetivos alcançados.
Conversas e brincadeiras antes de começar o lanche.
Bolo comemorativo dos 18 anos.

 

Uma “noite doce” para empresária instalada no CIDE

A empresária Jane Barros e o diretor executivo do CIDE, José B. Grosso.

A empresária Jane Socorro Barros Ferreira, proprietária da Amazon Comércio de Doces Ltda, empresa instalada no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), recebeu, na noite de quinta-feira, 17 de maio, o diploma de Microindustrial Destaque do Ano, prêmio concedido pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), pela sua trajetória empreendedora.

A história empresarial da proprietária permitiu que ela estivesse entre os melhores do ano. “Nada foi fácil. Tinha no quintal de casa plantações de cupuaçu e maracujá, comecei a me aventurar na produção de doces e nunca mais parei”, diz Jane Barros.

Ao longo dos anos no CIDE, a Amazon Doces conquistou novos espaços, instalando pontos de vendas em shoppings da cidade, feiras e lugares de eventos. “Fomos conquistando novos espaços apesar das dificuldades que enfrentamos todos os dias”, conta a premiada.

Para o diretor executivo do CIDE, José B. Grosso, a escolha é um importante reconhecimento aos que lutam e triunfam. “O potencial do nosso empresariado é muito forte, mas eles precisam de apoios, de capacitações, de estrutura. E um dos objetivos da nossa incubadora é identificar as necessidades empresariais e ajudar os empreendedores que nos procuram”, conclui o diretor.

Além de Jane Barros, foram homenageados o empresário Claudio Antonio Barrella, da empresa Tutiplast Indústria e Comércio Ltda, e a empresa Recofarma Indústria do Amazonas Ltda, como empresa exportadora do ano.

A homenageada Jane Barros e o presidente da FIEAM, Antonio Silva.
A empreendedora Jane Barros com familiares e seus convidados.
Os três homenageados da noite com o presidente da FIEAM.
Jane Barros recebe das mãos do presidente do CIEAM, Wilson Périco (à esq.), a placa.
Jane Barros faz um discurso para empresários e convidados sobre a sua trajetória.

 

“Espaço Startups” do CIDE está entre os melhores

A equipe técnica do CIDE mostra as instalações aos técnicos da Samsung

 

Uma visita técnica, realizada na última semana do mês de março, no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), por representantes do Programa Creative Startup, patrocinado pela Samsung, em parceria com a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), confirmou que a incubadora de empresas supera todas as expectativas exigidas para a ocupação de novos empreendimentos inovadores.

Acompanhados pelo diretor executivo, José B. Grosso, e a equipe técnica da instituição, analistas e especialistas em Processamento de Dados (P&D) “inspecionaram” as instalações reservadas às startups ((negócios inovadores que estão começando). “Viemos conhecer o espaço da incubadora CIDE pessoalmente, o que ela pode oferecer às startups, já que é a primeira vez que a instituição participa do programa”, diz o chefe de P&D, Carlos Matos.

Segundo os técnicos, o centro empresarial possui um espaço adequado com salas para reuniões, auditório, espaços compartilhados (coworking), estacionamento, segurança. “Então, as próximas empresas que venham aqui, estarão bem atendidas”, dizem os especialistas.

Durante a visita ao CIDE, os técnicos lembraram que no mês de maio acontecerá uma nova seleção de startups por meio do programa Creative Startup que podem vir a ocupar a estrutura da incubadora de empresas. “Embora algumas startups decidam estar somente associadas a este centro empresarial, elas poderão usufruir das instalações do mesmo, como sala de reuniões, auditório, etc.”, contou a especialista em P&D, Alessandra Duarte, acrescentando que no momento, no Norte, somente duas incubadoras participam do programa, a do CIDE e a da Universidade Estadual do Amazonas (InUEA).

 

O Programa

O Programa Creative Startups é resultado de uma parceria firmada em 2015 entre a Samsung, a Anprotec e o Centro Coreano de Economia Criativa e Inovação (CCEI), e tem como objetivo identificar, selecionar e oferecer suporte a empreendimentos inovadores em áreas de interesse da Samsung.

Representantes da Samsung conhecem o coworking do CIDE.

FIEAM anuncia agraciados do prêmio “Industrial do Ano”

A empresária, Jane Barros (esq.), recebe certificado de curso, no CIDE.

A empreendedora Jane do Socorro Barros Ferreira, proprietária da Amazon Comércio de Doces Ltda, conhecida como “Amazon Doces”, empresa instalada no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), é a mais nova microempresária do ano, escolhida pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM).

A solenidade da entrega dos prêmios acontecerá em maio, no Clube do Trabalhador do SESI, em Manaus, e conta com o apoio do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM).

A Amazon Doces atende à demanda de doces caseiros regionais, com o uso de frutas como araçá-boi, cupuaçu, açaí, buriti, castanha e muitos outros, e participa em feiras locais e nacionais, possui pontos de vendas nos principais shoppings de Manaus, gerando emprego e desenvolvimento ao Estado do Amazonas.

O outro agraciado é o empresário Cláudio Antônio Barrella, sócio diretor da Tutiplast Indústria e Comércio Ltda, na categoria microindustrial do ano. Fornecedora de soluções em injeção plástica há mais de 20 anos no Polo Industrial de Manaus (PIM), a Tutiplast tem mais de 650 produtos que atendem os segmentos de eletroeletrônico, mecânico, duas rodas, entretenimentos, higiene pessoal, relojoeira informática e produtos descartáveis.

A empreendedora Jane Barros.
Jane Barros recebe universitários na Amazon Doces.
Jane Barros apresenta a Amazon Doces para investidores belgas, no CIDE.

 

Empresas do CIDE em espaço de feira do Sebrae

O estande da Amazon Doces comercializou, além dos biscoitos, o ovo de Páscoa regional.

 

Empresas do setor da panificação, doces e cosméticos, instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), participaram do “6º Empório Sebrae Agronegócios”, no mês de março, para divulgar e comercializar seus produtos, e fazer novas parcerias de negócios, no pátio externo do Serviço Brasileiro de Apoio à Pequena e Média Empresa (Sebrae), no Centro de Manaus.

Devido à aproximação com a Semana Santa, o evento contou também com as presenças dos empreendedores do setor de pescados, verduras, hortaliças, laticínios, molhos e outros. Para o diretor executivo do CIDE, José B. Grosso, o evento Empório Sebrae gera novos negócios. “Essa iniciativa é o início para a captação de novos clientes, geração de novas parcerias e novos empregos. Vai além da exposição ou divulgação de produtos”, diz José Grosso.

Nessa edição, o Empório Sebrae ofereceu a possibilidade de degustar os produtos. “Todas as empresas recebem o apoio do Sebrae Amazonas por meio de programas setoriais que auxiliam no desenvolvimento de micro e pequenos negócios no Estado e o consumidor ganha a chance de comprar ingredientes frescos e por preços mais em conta, diretamente de quem produziu”, diz o analista técnico do Sebrae no Amazonas e organizador do evento, Leocy Cutrim.

Representantes da Sabores de Tradição na feira do Sebrae.
Consultoras de cosméticos da Amhy, empresa instalada no CIDE.