A despedida do visionário

O idealizador do CIDE, em sua sala, na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM).
O idealizador do CIDE, em sua sala, na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM).

 

 

Faleceu na noite desta quinta-feira, 7, em Manaus, aos 92 anos de idade, o empresário Moyses Benarros Israel, um dos fundadores da Federação das Indústrias do estado do Amazonas (FIEAM), idealizador do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), membro do conselho estadual de notáveis e pessoa de destaque na vida econômica do Estado do Amazonas. O sepultamento estava marcado para às 10h, hoje, no Cemitério Israelita, na Zona Centro-Sul de Manaus.

 

O idealizador do CIDE, nasceu em Manaus, em 10 de fevereiro de 1924, era filho do casal Salomon e Carlota Israel, era um visionário que colocava suas ideias em prática. “Eu não inventei nada porque incubadoras de empresas já existiam em outros lugares. O que eu fiz foi aplicar conhecimentos adquiridos em minhas viagens ao Chile, a centros acadêmicos, em leituras pessoais sobre esse assunto e oferecer oportunidades à demanda local”, disse Israel em uma entrevista para o informativo da incubadora, em setembro do ano passado.

 

Moyses Israel contou que respirava empreendedorismo e sonhou em ser Químico Industrial e era o atual Vice-Presidente da FIEAM. “Eu comecei a trabalhar muito cedo, aos 11 anos de idade. Meu pai tinha um comércio e era representante de empresas. Após a morte dele, minha mãe alugou o negócio e fui trabalhar com os meus tios. A essa idade eu tinha de tirar a poeira do escritório, limpar o banheiro e abrir a porta para os funcionários. E, entregava protocolos. Paralelamente a essas atividades, eu estudava e fazia o curso de datilografia que, naquela época, era importantíssimo”, disse na entrevista.

 

HOMENAGEM

Em 2014, aos 90 anos, foi homenageado com uma biografia, com o livro “Moyses Israel”, da jornalista e historiadora Etelvina Garcia, que relata a trajetória da família e de suas atividades no segmento de exportação de castanha, borracha, juta, petróleo, madeira, entre outros produtos regionais que seguiam, principalmente para o mercado consumidor europeu.

Além da Indústria, o empresário também deu sua contribuição ao setor comercial do Estado, como diretor da Associação Comercial do Amazonas (ACA), por várias vezes.

DEFENSOR DO ENSINO

Como defensor do ensino superior no Estado, na década de 1990, fez a doação de área para a antiga Universidade do Amazonas (UA), atual Universidade Federal do Amazonas (UFAM), onde há incubadora de empresas. “As instituições de educação e pesquisa reconhecem a importância de ter incubadoras de empresas. É importante fomentar e desenvolver novas ideias, e contribuir com o desenvolvimento da sociedade”, disse ele.

Moyses Israel.
Moyses Israel.

 

 

Ao longo da sua trajetória, Moyses Israel foi homenageado diversas vezes.
Ao longo da sua trajetória, Moyses Israel foi homenageado diversas vezes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

}

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *