• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivos por ano2019

“Startup da Saúde” no CIDE

Os jovens empreendedores da “Sensus Creation” em reunião, no CIDE.

A startup “Sensus Creation”, uma das empresas, formada por jovens talentosos, na área de Tecnologia da Informação e selecionada para instalar-se no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), iniciou seus trabalhos, desenvolvendo um produto que vai auxiliar a profissionais da área da Saúde na capacitação e manuseio do respirador artificial em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) de hospitais.

Segundo os sócios da empresa, Miguel Novo, Laila Gonzaga, Delrick Nunes e Sibila Osis, o projeto vai ser desenvolvido na área de tecnologia para a saúde. “Por questões contratuais e comerciais, não podemos dar detalhes do nosso projeto, mas o que podemos dizer é que se trata de uma plataforma de treinamento em realidade virtual que vai auxiliar na capacitação de enfermeiros, médicos e fisioterapeutas no ensino do manuseio do aparelho”, diz a equipe.

Os novos empreendedores participaram do edital do programa Samsung Creative Startups e escolheram o CIDE para realizar suas atividades. “Esse trabalho desenvolvido por esses jovens não está limitado ao ambiente local. O edital prevê que eles podem ser indicados para um intercâmbio na Coreia do Sul, onde poderão ter ajudas de investidores interessados no produto”, diz o diretor executivo do CIDE, José Grosso.

Startup

Segundo o site “significados.com.br”, startup significa o ato de começar algo, normalmente relacionado com companhias e empresas que estão no início de suas atividades e que buscam explorar atividades inovadoras no mercado. O termo startup, para designar empresas recém-criadas e rentáveis, começou a ser popularizado nos anos 1990.

Açaí para exportação

Imagem de divulgação do produto

A indústria de polpas, Agronaturae da Amazônia, recém-instalada no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), prepara sua produção de açaí para exportação, nas linhas puro e com abacate, para o final do semestre de 2019. O destino dos produtos é a Flórida, nos Estados Unidos.

Segundo o diretor executivo e sócio, Rodolpho Busch, os produtos serão de alta qualidade e atenderão às exigências do mercado internacional. “O açaí é uma fruta da Amazônia, pertencente à região Norte do Brasil. O nosso propósito será mostrar para o mundo o açaí do Amazonas, que é pouco divulgado e prestigiar o Estado, usufruindo do incentivo local. A Busch Amazon é genuinamente da capital do Amazonas”, enfatiza Rodolpho Busch.

Conforme o empresário, a marca que vai ser envasada pela Agronaturae será a “Busch Amazon”. “O nome Busch não foi escolhido devido ao meu sobrenome, mas, sobretudo, traduzido para o inglês significa arbusto e, no mercado norte-americano, possui sinergia com o propósito da marca, no setor de alimentos. Isso atrai o consumidor”, diz o empresário, acrescentando que a marca Busch Amazon já foi registrada nos Estados Unidos e possui um representante comercial nesse país.

Rodolpho Busch conversa com a consultora do CIDE, Elizabeth Araújo, sobre o projeto.

Palestra sobre prevenções nas empresas

O palestrante, Renato Borges, fala com os funcionários de empresas.

Com o objetivo de criar uma consciência de prevenção e multiplicar os conhecimentos sobre Educação Sexual entre os funcionários das empresas instaladas, o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), em parceria com o Grupo Saúde e Vida, trouxe o palestrante da área de Medicina, Renato Borges, para falar dos assuntos de higiene pessoal dentro das empresas, comportamento sexual, prevenção de doenças (DSTs), planejamento familiar… “As doenças atingem quem não tem informação”, disse Borges.

Durante o evento, o palestrante tirou dúvidas dos convidados e esclareceu assuntos relacionados aos temas propostos.

Participantes ouvem atentos.

 

Visita para promover novas formações

Visitantes conversam com o diretor executivo do CIDE.

Representantes da Fundação de Apoio Institucional Muraki visitaram, nesse primeiro semestre, o Centro de Incubação e Desenvolvimento Emprasarial (CIDE) para promover o Programa Prioritário de Formação de Recursos Humanos (PPRH), que tem como objetivo melhorar a qualificação local e regional. “Nosso programa é voltado para a capacitação de pessoas e, como sabemos que o CIDE tem empresas instaladas, decidimos vir aqui e oferecer nossos cursos”, diz Alexandre Romero.

Durante a visita, os representantes conversaram com o diretor executivo da incubadora, José B. Grosso e com uma consultora da instituição.

Nova empresa de alimento regional

Pirarucu defumado com banana

A Karú Amazon, empresa de produtos derivados do pescado, instalada recentemente no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), informou que, a partir do segundo semestre de 2019, colocará nos supermercados a sua linha de peixes defumados, como o pirarucu. “Sempre acreditamos que a gastronomia amazônica tem um potencial enorme. Por isso, vamos comercializar esses produtos”, disse o empresário Glauco Luzeiro.

bolinho de pirarucu defumado (imagens ilustrativas)

 

Pular para a barra de ferramentas